Academia de letras uruguaia critica punição de Cavani por racismo

A Academia de Letras do Uruguai classificou como “ignorante” e uma “grave injustiça” a punição de três jogos do atacante Cavani, do Manchester United, aplicada pela Football Association (FA), entidade máxima do futebol inglês, por causa do uso do termo “negrito” para se referir a um seguidor em uma postagem numa rede social.

– As referências a qualidades físicas, morais ou pessoais de outras pessoas são usadas em todas as línguas do mundo para a criação de vocativos, ou seja, expressões para tratar os outros. Em alguns contextos, têm um teor negativo, e muitas vezes os mesmos termos podem ser considerados afetuosos ou amigáveis – justificou a Academia em comunicado, complementando.

Na variedade do espanhol no Uruguai, por exemplo, entre casais e amigos, entre pais e filhos, você pode ouvir e ler formas como ‘gordis, gordito, negri, negrito / a’. Na verdade, a pessoa a quem se trata com esses vocativos não precisa ser obesa ou morena para recebê-los”
— Academia de Letras do Uruguai

Em resposta a uma mensagem de parabéns enviada por um seguidor no Instagram, depois de fazer dois gols na vitória do Manchester United sobre o Southampton por 3 a 2, pelo Campeonato Inglês, Cavani escreveu “Obrigado, negrito”. O uruguaio deletou a mensagem minutos depois e se desculpou.

O Manchester United o defendeu, explicando que o termo era usado com um sentido amigável e que na América do Sul tinha uma conotação diferente. Mas a FA considerou a mensagem uma violação do regulamento e suspendeu o atacante na quinta-feira passada por três jogos com uma multa de £ 100 mil (cerca de R$ 710 mil).

– O uso do vocativo ‘negrito’ por Cavani para se dirigir a ‘pablofer2222’, fã do jogador de futebol, tem esse tipo de teor afetuoso: pelo contexto em que foi escrito, a pessoa a quem foi dirigida e a variedade do espanhol utilizada, o único valor que pode ter o termo ‘negrito’ – e em particular pelo seu diminutivo – é o afetivo – defendeu a Academia.

Com esta suspensão, Cavani não entrou em campo na sexta-feira passada, na vitória sobre o Aston Villa. Ficará fora da semifinal da Copa da Liga contra o Manchester City e da terceira rodada da Copa da Inglaterra contra o Watford.

Também na sexta-feira passada, Cavani fez um post de esclarecimento sobre o caso.

“DESCONFORTÁVEL

Olá a todos,

Não quero me estender muito neste momento desconfortável para mim. Quero compartilhar com vocês que aceito a sanção disciplinar por reconhecer que estou alheio aos costumes idiomáticos do inglês, mas não concordo. Peço desculpas se ofendi alguém com uma expressão de carinho que fiz a um amigo, nada mais além do que a minha intenção.

Quem me conhece sabe que busco sempre a alegria dos mais simples!

Agradeço às inúmeras demonstrações de apoio e carinho, meu coração está em paz, porque sei que sempre me expressei com carinho de acordo com a minha cultura e forma de vida. Mando a vocês um abraço sincero.”

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2021/01/academia-de-letras-uruguaia-critica-punicao-de-cavani-por-racismo.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.