EXCLUSIVO: ILHÉUS TÊM 311 SERVIDORES PÚBLICOS QUE RECEBERAM AUXÍLIO EMERGENCIAL

Um cruzamento de dados feito pela CGU (Controladoria-Geral da União) identificou 680.564 servidores que receberam o auxílio emergencial de R$ 600 de forma irregular até 19 de julho. O prejuízo com os pagamentos indevidos foi de R$ 981,7 milhões — o suficiente para pagar uma parcela do Bolsa Família a mais de 5 milhões de famílias.

O ILHÉUS.NET teve acesso a documentos exclusivo, e em Ilhéus o número de servidores públicos federais, estaduais e municipais, que receberam o auxílio emergencial indevidamente, chegaram a aproximadamente 311 servidores.

Segundo o CGU, a notificação pode resultar na instauração de procedimento administrativo disciplinar, e caso fique comprovada a má-fé por parte do servidor no recebimento do auxílio, além de devolver o montante recebido, ele pode ser punido. Emitimos a notificação para que eles possam se manifestar se foram vítimas de alguma irregularidade, alguma fraude ou de alguma improcedência”. “A orientação da CGU é que vítimas de fraude também devem denunciar o caso à Polícia Federal ou à Polícia Civil para que se abra investigação, além dos procedimentos administrativos”.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/08/exclusivo-ilheus-tem-311-servidores-publicos-que-receberam-auxilio-emergencial.html

2 comentários

    • Evanildo nascimento Belmiro em 14 de agosto de 2020 às 12:33

    Que essa punição seja de no mínimo a perda do cargo. isso é inadmissível, com tantas pessoas passando necessidade sem ter o que comer,sem nada pra dá para os filhos,e pessoas que estão empregada agindo de má fé. Isso é um absurdo!

      • Paloma Elaine Costa Mota Martins em 15 de agosto de 2020 às 18:02

      Concordo plenamente ❗ Muita falta de caráter e consciência ❗Que devolvam o q receberam e sejam punidos.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.