UESC apresentou o “Amana”, um programa para retomada econômica da região sul da Bahia

Com o objetivo de contribuir e fortalecer a retomada econômica das regiões imediatas de Ilhéus-Itabuna, Ipiaú e Camacan, englobando 43 municípios da região sul da Bahia. A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), lançou na manhã desta terça-feira (7) o programa, que recebeu o nome em tupi-guarani “Amana”, que significa chuva.

Numa solenidade online, presidida pelo reitor Alessandro Santana Fernandes, com a participação do secretario estadual de Educação Jerônimo Rodrigues, representando o governador da Bahia, Rui Costa, diretores e professores dos Departamentos da UESC, prefeitos dos municípios da região, presidentes das Associações Comerciais de Ilhéus e de Itabuna, representantes da Bahiagás, Amurc, Caixa Econômica Federal, secretários municipais, vereadores e lideranças comunitárias, o programa foi apresentado a sociedade.

O reitor Alessandro Santana, destacou a importância e o papel da Universidade neste momento de crise causada pela pandemia do novo coronavírus. “A UESC está cada vez mais aberta à sociedade. Se as atividades presenciais foram suspensas, todos os setores da UESC estão funcionando plenamente através do home Office. A Universidade tem ampliado o seu leque de atuação junto à sociedade regional. O Amana é o resultado do esforço coletivo da comunidade Acadêmica e através dele vamos contribuir para o soerguimento econômico da região Sul da Bahia”, disse o reitor.

O secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues parabenizou a iniciativa da Universidade destacando “a importância das ações que venham unir a educação e a economia. São muitos os desafios que teremos e esse olhar especial da UESC é fundamental. É um programa que vem sendo construído e precisa da participação de todos os segmentos”.

Professores e pesquisadores UESC vão oferecer cursos, consultorias, apoio jurídico e outros serviços para pessoas físicas, gestores públicos municipais, empresas de pequeno porte, empreendedor individual, associações e cooperativas da economia popular e solidária. A equipe é formada por mais de 20 professores, mestres e doutores, técnicos administrativos da instituição.

O Amana foi criado por meio da Assessoria de Planejamento (Asplan/UESC) Os Departamentos da Universidade que aderiram, neste primeiro momento, ao programa são de Ciências Econômicas, de Administração e Contabilidade e de Ciências Jurídicas.

Na opinião do professor Gustavo Joaquim Lisboa, gerente da Asplan, a recuperação econômica da região, em consequência da pandemia, pode demorar alguns anos e, por isso, o programa é importante. “O Programa Amana está na fase de conclusão dos tramites legais, até fim dessa semana serão divulgados os endereços de e-mail, site e telefone para o público em geral. Os planos de ação são específicos e serão divulgados gradativamente. Vamos construir painéis informativos sobre as atividades comerciais e econômicas. É possível fazer painéis em diversas áreas. Além de consultorias e assessorias, incluindo as empresas juniores da UESC. Elas também farão esse apoio, além da parceria com o Sebrae.O Amana tem previsão de execução em dois anos podendo ser prorrogada ou até mesmo tornar-se permanente”, explica Lisboa.

Os municípios de abrangência vinculados às ações do programa são da região imediata de Ilhéus e Itabuna: Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Ibicuí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba, Uruçuca; da região imediata de Camacan: Arataca, Camacan, Canavieiras, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia e Una; da Região imediata de Ipiaú: Barra do Rocha, Dário Meira, Gandu, Gongogi, Ibirataia, Ipiaú, Itagibá, Itamari, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Teolândia, Ubatã e Wenceslau Guimarães.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/07/uesc-apresentou-o-amana-um-programa-para-retomada-economica-da-regiao-sul-da-bahia.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.