Comércio não essencial de Itabuna deve voltar a fechar após determinação da Justiça

Nesta segunda-feira (27), a Justiça determinou o fechamento imediato do comércio não essencial na cidade de Itabuna, com o objetivo de limitar o avanço do coronavírus. A decisão foi do juiz da 1ª Vara Fazenda Pública de Itabuna, Ulysses Maynard Salgado que acatou um pedido do Ministério Público.

A cidade que fica no sul do estado, ocupa a terceira posição do ranking de municípios de com maior número de casos, fica atrás apenas de Salvador (52.236) e Lauro de Freitas (7.215). Até o último boletim da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), Itabuna contabilizava 111 mortes pela doença.

O comércio não essencial da cidade está funcionando desde 09 de julho, dias após o prefeito do município, Fernando Gomes afirmar que os estabelecimentos iriam reabrir independente dos prejuízos causados: “morra quem morrer”. De acordo com a decisão da Justiça, caso haja descumprimento de qualquer medida determinada, a prefeitura terá que pagar multa diária de R$ 50 mil.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/07/comercio-nao-essencial-de-itabuna-deve-voltar-a-fechar-apos-determinacao-da-justica.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.