Nenhum passageiro terá acesso a ônibus sem máscara na Bahia

Foto: Veja

Considerado uma das principais armas para o combate da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o uso de máscaras de proteção passou a ser obrigatório em Salvador desde quinta-feira (23). Mas muitas pessoas ainda circulam pela cidade sem o utensílio. Para garantir o cumprimento do decreto, a Prefeitura vai atuar em estações de transbordo para garantir que nenhum passageiro tenha acesso a ônibus sem máscaras de proteção.

Conforme informou à Tribuna a assessoria de comunicação da gestão municipal, a fiscalização será intensificada a partir de segunda-feira (27). “A partir de segunda ninguém mais pode entrar no ônibus sem máscara”.

Para isto, já estão sendo instaladas espécies de barreiras, por onde os passageiros terão de passar para que fiscais observem o cumprimento da medida. A ação ocorre com maior intensidade em terminais com maior fluxo de pessoas, como Lapa, Acesso Norte, Pirajá e Mussurunga, mas também ocorrerá em diversos outros pontos da cidade.

Para garantir melhor conscientização da população, a Prefeitura começou a distribuir ontem (23) máscaras nessas estações de transbordo, além de emitir mensagens sonoras e entregar panfletos com orientações sobre o enfrentamento da doença. A orientação à população sobre a obrigatoriedade do item de segurança é realizada em outros 80 pontos de grande concentração de passageiros.

O uso de máscaras passou a ser obrigatório desde quinta (23), atendendo determinação prevista no Decreto Municipal 32.357, publicado no Diário Oficial pelo prefeito ACM Neto na semana passada.

Além do transporte público, a medida vale para ambientes laborais, aqueles onde há a prática de atividade profissional, seja do comércio ou de serviços, bem como para veículos particulares com mais de uma pessoa. “Do servente autônomo, passando pelo cliente. O ambiente que for detectado sem uso de máscaras nós vamos interditar. Os passageiros, para usarem os ônibus, só poderão usar com máscara”, disse o prefeito, quando anunciou a decisão.

Metrô

O governador Rui Costa anunciou que vai instalar câmeras para medição de temperatura nas estações do metrô e as pessoas que foram consideradas febris não poderão embarcar, devido ao risco de contaminação pelo coronavírus. Os equipamentos, que conseguem medir a temperatura de várias pessoas ao mesmo tempo, já foram adquiridos e devem entrar em funcionamento na próxima semana. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24), durante o programa Papo Correria, transmitido nas redes sociais do governador. Rui falou ainda sobre a possibilidade de lockdown nos municípios de Itabuna e Ilhéus, por conta do aumento acelerado dos casos da doença, e comentou a saída do ex-ministro Sérgio Moro.

Outra novidade apresentada pelo governador é a implantação de túneis de desinfecção, projetado e desenvolvido pelo Senai Cimatec, em mais unidades de saúde. O equipamento é uma ferramenta importante para evitar a transmissão da doença, especialmente entre os profissionais de saúde, e já está sendo utilizado no Hospital de Espanhol, que foi reaberto esta semana pelo Estado, com 240 leitos para atender pacientes com o coronavírus. “Já tem outro túnel de desinfecção no Hospital Couto Maia. A prioridade é instalar nos hospitais que estão atendendo pacientes com a Covid-19. Os três próximos equipamentos serão instalados no Hospital Costa do Cacau, Hospital de Base em Itabuna e Santa Casa, também de Itabuna”.

Com relação ao aumento exponencial de casos em Ilhéus e Itabuna, Rui afirmou que, se for mantido este crescimento até domingo (26), pretende editar um decreto estadual proibindo a circulação total de pessoas nas ruas. “Se isso não for feito, haverá dezenas de mortes em Ilhéus e Itabuna, não há condição de manter essa taxa de 20% e até 30% de crescimento de casos em um dia”.

Informações do A Tribuna da Bahia

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/04/nenhum-passageiro-tera-acesso-a-onibus-sem-mascara-na-bahia.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.