ILHÉUS: Defesa Civil alerta quanto aos riscos de aglomeração em praias por causa do Coronavírus

A Prefeitura de Ilhéus, por meio dos órgãos municipais, realiza diariamente o monitoramento das praias do município, com o intuito de informar os banhistas sobre os perigos que a aglomeração de pessoas pode causar durante esse período de pandemia global do novo Coronavírus. A recomendação é porque a transmissão pelo vírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas.

Agentes da Defesa Civil conversam com os banhistas e procuram conscientizá-los sobre as práticas de prevenção da doença. “Há medidas em vigor decretadas pelo prefeito Mário Alexandre para evitar com que as pessoas se aglomerem. Nesse momento, ficar em casa é a melhor alternativa para conter a disseminação da doença na cidade, uma questão de consciência”, alerta Átila Docio, secretário de Infraestrutura e Defesa Civil de Ilhéus.

Docio acrescenta que o monitoramento está sendo realizado com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), enquanto houver aglomeração de pessoas percebida pelos agentes ou em caso de denúncia, durante todo o período de alerta de Coronavírus. A Polícia Militar (PM) poderá interditar as praias para evitar aglomerações, caso seja necessário. As projeções, segundo o titular, apontam para um surto da doença nos próximos dias.

Por sua vez, Leonardo Bandeira, comandante da GCM, disse que o trabalho é estendido também em mercados, estabelecimentos considerados essenciais e outros locais que geram reunião de pessoas com o intuito de sensibilizar a população quanto aos riscos de contágio de Covid-19. “Realizamos o monitoramento no comércio da cidade e também em casas lotéricas. Os limites de distanciamento precisam ser respeitados”, destaca o comandante.

Desde o mês de março, o prefeito Mário Alexandre acertou ao adotar políticas para restringir a circulação de pessoas contra o avanço da doença, impondo medidas drásticas quando ainda não havia casos de infecção conhecidos, seguindo recomendações das autoridades mundiais da Saúde. Mesmo com o avanço da pandemia no país e no mundo, ainda falta consciência de cidadania na grande parte da população, quando a orientação é para que fique em casa.

A seis dias do começo do outono, estação com elevado índice de contágio por doenças respiratórias, a aglomeração de pessoas em praias e em espaços fechados torna-se mais uma preocupação do Ministério da Saúde e das secretarias do Estado e Município, quanto a contaminação pelo Coronavírus. Esta semana o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta usou os meios de comunicação para alertar que os meses de maio e junho serão os mais duros.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2020/04/ilheus-defesa-civil-alerta-quanto-aos-riscos-de-aglomeracao-em-praias-por-causa-do-coronavirus.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.