Secretaria de Saúde de Ilhéus orienta e esclarece dúvidas sobre o novo coronavirus

Em dezembro de 2019 foi diagnosticado na cidade chinesa de Wuhan, o primeiro caso da “Doença Respiratória de 2019-nCoV”, ou popularmente chamada de coronavírus, uma doença pulmonar gravíssima. De lá para cá, o vírus já se espalhou por várias regiões do mundo, sendo detectado em mais de 18 países, entre eles Estados Unidos e Canadá.

Em menos de dois meses do primeiro diagnóstico da doença, a Organização Mundial de Saúde (OMS) já decretou o coronavírus como emergência de saúde internacional. Diante disso, a Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus acompanha o assunto com cautela. “É importante destacar que o momento é de colaboração por parte de toda a sociedade, em que devemos conhecer e contribuir de maneira correta para a prevenção do coronavirus. Precisamos trabalhar na precaução e prevenção juntos, a Prefeitura e a população para a saúde pública”, declarou o titular da Sesau de Ilhéus, Geraldo Magela.

A Secretaria Municipal de Saúde de Ilhéus, com o respaldo das informações repassadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Organização Mundial de Saúde, preparou orientações à população, além de esclarecer algumas dúvidas frequentes em relação à doença.

Como é transmitido? O Coronavírus é transmitido através do ar e também pelo contato físico com secreções contaminadas. Saliva, tosse, espirro e contato com objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos etc, são as formas de transmissão.

Quais os sintomas? Os sintomas do coronavírus são muito semelhantes aos de um resfriado, agindo principalmente nas vias respiratórias, como tosse, febre e dificuldade para respirar.

É importante ressaltar, as pessoas que retornaram de viagens à China nos últimos 14 dias, e sentem esses sintomas, a orientação é procurar o serviço de saúde mais próximo.

Por que se preocupar? O coronavírus apresenta elevado índice de transmissibilidade, podendo ser transmitido antes de aparecerem os primeiros sintomas. Ainda não há tratamento ou vacina disponível.

Como se prevenir? De acordo com a Anvisa e com a OMS, as orientações são as seguintes:
Lavar regularmente as mãos. Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar. Evitar aglomerações e ambientes fechados. Não compartilhar objetos de cunho pessoal como talheres, pratos, copos e similares.

Navio de Singapura em Ilhéus – Está previsto para o próximo dia 2 de fevereiro (domingo), a chegada de um navio de Singapura ao Porto de Ilhéus. Singapura é um país com casos confirmados do vírus. Porém, de acordo com o Gerente do Porto de Ilhéus, Rogério Rodrigues Dias , não há motivo para alarde.

A embarcação já está navegando a mais de 30 dias, já passou por portos europeus, como Espanha e Antuérpia, portos americanos e hoje encontra-se ancorada em Praia Mole, Espírito Santo. Não foi detectado nenhuma suspeita de coronavírus em nenhuma cidade pela qual a embarcação passou. “Não há motivo para se preocupar. O Porto de Ilhéus está atento e seguindo as orientações da Anvisa”, afirmou Dias.

A Secretaria de Saúde do município de Ilhéus está com as atenções redobradas, sobretudo em relação às pessoas que estiveram em qualquer região da China. Recomenda-se que aqueles que viajaram para a China nos últimos 14 dias, no retorno ao Brasil, caso apresentem febre e algum outro sintoma respiratório (tosse ou dificuldade para respirar), deve procurar a unidade de saúde mais próxima.

Vale lembrar que no Estado da Bahia e em Ilhéus, não foi detectado nenhum caso suspeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *