Programa ”Melhor em Casa” leva assistência domiciliar para pacientes de Ilhéus

Programa ''Melhor em Casa'' leva assistência domiciliar para pacientes de Ilhéus 1

Criado pelo Ministério da Saúde e oferecido pela Secretaria de Saúde em Ilhéus, o Programa “Melhor em Casa” dispõe de tratamentos no domicílio do paciente e com a mesma segurança de um hospital. O tratamento é uma forma de evitar a internação hospitalar e promover uma alta precoce ao paciente de maneira mais confortável e humanizada.

Médicos, enfermeiras, técnicas em enfermagem, fisioterapeutas, nutricionista, psicóloga, assistente social e motoristas integram duas equipes do programa em Ilhéus. Em campo, acompanham desde bebês a idosos extremos em finitude de vida, atuam em variadas patologias, infecções, pós-operatórios de cirurgias ortopédicas e abdominais e tratamentos para quadros respiratórios crônicos.

Em dezembro último, a equipe responsável levou atendimento domiciliar a alguns pacientes moradores do Parque Infantil, região da zona norte da cidade. Chegaram na casa do aposentado Eduardo Mendonça, de 75 anos. Com dificuldades para andar, o idoso possui um quadro crônico de artrose nas duas pernas. Após ser atendido, o alívio. “Agora consigo andar. Em breve, estarei andando normalmente”, disse, mais confiante, o idoso.

Outro paciente, Ricardo Sena, de 26 anos, foi atendido em casa. No ano passado, o jovem sofreu um acidente automobilístico em Vitória do Espírito Santo (ES), após ter consumido álcool excessivamente. Acometido de um poli trauma, esteve em coma por 30 dias. “Ricardo já consegue falar, sentar e já verbalizar com mais precisão”, relatou a coordenadora do Programa, Jaziane Almeida Valansuela Portela.

Cuidados compartilhados – Para além das metas do Governo Municipal na promoção da desospitalização como uma nova forma de tratar o paciente, a assistência domiciliar prevê, segundo os profissionais que atuam no programa, levar, principalmente, cuidados compartilhados, ou seja, familiar e paciente, junto as equipes de saúde, fazem parte do conjunto de decisões para o sucesso do tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *