Petroleiros contratados e terceirizados aderem à greve na Bahia

A greve dos petroleiros na Bahia começou em todas as unidades da Petrobras a partir desta segunda-feira (25), e o movimento segue até a sexta-feira (29). Houve corte de rendição dos turnos na Refinaria Landulpho Alves, Transpetro e UO-BA.

Os petroleiros farão ações solidárias, como doação de sangue, além de se juntar à limpeza do óleo que atinge as praias do país. Os petroleiros saíram do Edifício Torre Pituba, nesta manhã, e foram em direção ao Hemoba para fazer a doação de sangue.

A greve pelos empregos e por segurança vai de encontro à política da atual gestão da Petrobras, que de acordo com o Sindipetro Bahia que vem quebrando acordos e tomando medidas por conta própria e em prejuízo da categoria petroleira.

Um dos pontos mais criticados é a estratégia para diminuir o quadro de funcionários com a implantação de programas de demissão como PDV e PDA. Vale lembrar que transferências estão suspensas na Bahia por ordem de liminar obtida pelo Ministério Público do Trabalho.

Ainda de acordo com o Sindicato, a estatal também descumpre o Acordo Coletivo ao não convocar o Fórum de Efetivo, previsto nas cláusulas 41 e 86 do ACT, e não extinguir as metas de SMS e o sistema de consequências (cláusula 73, § 9º).

Assista:

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2019/11/petroleiros-contratados-e-terceirizados-aderem-a-greve-na-bahia.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.