Limpeza das praias de Ilhéus com óleo vazado reúne voluntários

Limpeza das praias de Ilhéus com óleo vazado reúne voluntários 1

A limpeza das praias atingidas pelo óleo no Nordeste está sendo feita a muitas mãos. Além de militares e técnicos, o trabalho conta com a participação de voluntários. São moradores, comerciantes e turistas que querem ajudar de alguma forma, a exemplo do Enoch Ramos, que passou parte da manhã da última sexta-feira (25), limpando a praia de Juerana, na região norte do município.

“A Prefeitura chegou após vinte minutos entrarmos em contato. Muito agradecido, pois pude ver a força-tarefa elaborada para conter os estragos. Ví aqui a Marinha, Bombeiros, Ibama, Inema, enfim, um conjunto bastante organizado que deu conta dessas demandas iniciais. Creio que mais manchas virão e tenho certeza que com esse exército, as praias do município serão limpas”, opinou.

Mas é preciso ter atenção já que o óleo pode causar problemas de saúde, como dor de cabeça, dificuldade de respiração, irritações na pele e até mesmo intoxicação. O alerta é do Ministério da Saúde, que lançou uma cartilha voltada para a população desses locais. Uma das principais recomendações é para não entrar em contato direto com o óleo sem proteção, especialmente em crianças e gestantes.

O Ministério também orienta evitar contato com a água e areia das praias. Caso entre em contato com o óleo, a população deve tomar cuidado ao retirar o produto. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informou que em caso de reação alérgica, ou ingestão incidental, procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. Água e sabão, fricção mecânica e evitar retirar o produto com soluções tóxicas é parte da recomendação.

E para ajudar todos os envolvidos na limpeza, inclusive os voluntários, o Governo do Estado e Marinha do Brasil enviou esta semana, um carregamento contendo Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), para intensificar o trabalho de limpeza das praias do município. Outros estados também receberam os equipamentos, entre eles, Sergipe, Rio Grande do Norte, Alagoas e Pernambuco.

O kit contém equipamentos como botas, luvas, calças, protetor solar, pás e sacos para resíduos, para que todos possam atuar com segurança e sem riscos à saúde. O material foi recebido pelas prefeituras e defesas civis locais. Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Urbanismo, Jerbson Moraes, o material vai ajudar no trabalho de limpeza dessas praias.

“Temos que nos preparar ainda mais, junto com o os governos estadual e federal para lidarmos com esse desastre. O Governo do Estado disse que Ilhéus será a sede do Sul e Extremos Sul, pois conseguimos articular com eficiência, ações juntamente com a Marinha, Corpo de Bombeiros Militar, órgãos ambientais, instituições e empresas com o objetivo de manter nossas praias limpas e livre dessas manchas”, salientou.

Até agora, segundo o Comitê Interinstitucional, já foram retiradas ao todo, cerca de 10 toneladas de óleo das praias de Ponta do Ramo, Ponta da Tulha, São Domingos e Praia da Avenida, no centro. As manchas de petróleo em praias do Nordeste já atingiram pelo menos 225 localidades em mais de 80 municípios de nove estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *