Projeto ‘Escola Segura’ da Guarda Civil Municipal de Ilhéus apresentou os resultados na última sexta (09)

Preparar jovens e adolescentes para um desenvolvimento social saudável e resgatar aqueles que estão em condições de vulnerabilidade é a proposta do projeto social ‘Escola Segura’, realizado em escolas  do município de Ilhéus.

Pouco mais de 2 mil alunos foram contemplados com atividades de cidadania e civismo nas unidades. Guardas Civis Municipais realizam periodicamente visitações e promovem atividades voltadas à preservação do ambiente escolar e sua estrutura e conscientização sobre respeito ao próximo e convívio social. Além disso, os alunos também são inseridos em algumas tarefas e recebem instruções que dão noção de ordem e disciplina.

Comandante da Guarda Civil de Ilhéus, Leonardo Bandeira com a palavra.

O comandante da Guarda Municipal de Ilhéus, conhecido por Bandeira, destacou na sexta (09), o propósito e os resultados esperados com a implementação do projeto nas escolas. Segundo ele, o projeto tem como objetivo a prevenção primária estimulando as potencialidades dos jovens e motivando a melhorar o desempenho social e educacional.

“É importante disseminar as boas práticas no ambiente escolar, nossos jovens são agentes transformadores da esperança e do amanhã. Se bem preparados, podem propagar deste conhecimento e transformar vidas, o alcance é imensurável. Além de aproximar a segurança pública da comunidade e despertar novos olhares, investindo em prevenção colhemos bons resultados”, enfatizou o comandante. 

O instrutor de jiu-jitsu, que é Guarda Municipal, Pedro Costa, disse que o projeto intitulado “Jiu-jitsu também educa” tem servido de motivação entre os alunos para novas práticas. Além disso, o instrutor destaca os efeitos positivos já percebidos na vida escolar.

“Essa parceira veio para contribuir com a educação. A inserção das atividades na vida dos alunos já apresenta mudança na atitude de alguns, que se sentem motivados, e medalhas são conseguidas”, ressaltou o instrutor.

Projeto Jiu-jitsu também educa.

Quem tiver interesse em colocar o filho no projeto “Jiu-jitsu também educa” é só comparecer no Ginásio de esportes Herval Soledade, nos dias de terça e quinta,  entre as 16h e 17h, o único requisito para o alunos entrar no projeto é estar matriculado.

Também foi apresentado os instrumentos adquiridos com a parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), dentre os instrumentos e equipamentos, tem uma bateria, violões, microfone, notebook, datashow, entre outros.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2019/08/projeto-escola-segura-da-guarda-civil-municipal-de-ilheus-apresentou-os-resultados-na-ultima-sexta-09.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.