Sem apoio oficial, judoca mantém ranking e traz medalha de bronze para Ilhéus

A luta do judoca Hakson Andrade, dentro e fora da arena, rendeu-lhe mais uma medalha para sua coleção, a de bronze, conquistada na última semana, pelo Campeonato Brasileiro de Judô Veteranos, em Natal. Mas no início do mês, ele celebrou o ouro, pela 5ª etapa do Circuito Baiano de Judô, em Simões Filho, e somou mais de três mil medalhas conquistadas em sua carreira. Hakson é um símbolo de persistência. Seu desafio é manter o alto rendimento, mesmo com poucas perspectivas de apoio oficial.

Ainda assim, o representante de Ilhéus é o primeiro dos rankings estadual e nacional na categoria M1-66kg – Veteranos. Ele conta que treinou bastante antes de viajar. Checou seu peso, quimono, passagens, e na bagagem, a esperança de vencer o maior dos desafios: representar Ilhéus, a Bahia e o Brasil em mais uma disputa internacional. Mas para isso, tinha mais esse desafio pela frente.   

Com a cara e a coragem, o judoca se juntou a delegação baiana para enfrentar atletas de todos os estados brasileiros. Esse time baiano possui 15 atletas no masculino e 10 no feminino. No local, antes de subir a arena, as lembranças de 2018, quando enfrentou grandes campeões no Rio Grande do Sul. “No confronto”, lembra Hakson, “garanti o terceiro lugar”. Nem mesmo as dificuldades consideradas pelo campeão superaram a tarefa de competir.

Resultados – O dono da medalha de bronze abriu 250 pontos no ranking nacional. De acordo com os resultados, o primeiro lugar foi para o Estado de São Paulo e em segundo, Rio Grande do Sul. Já o quarto lugar foi para o Ceará. Hakson diz que trouxe na bagagem esperança, força e mais vontade para superar os limites. “Vou continuar treinando firme para reunir as condições ideais, e trazer os melhores resultados”.

Atualmente, Hakson cursa Educação Física e divide seu tempo como professor na Academia Raiz e Corpore, em Ilhéus. Embora nascido em São Paulo, defende a federação baiana há 13 anos e se considera ilheense na alma e no coração. Quando perguntado sobre sonhos ele foi decisivo: “defender o título sul-americano e pan-americano da categoria, com fé em Deus”. O judoca venceu esses títulos na Argentina, no último ano.

Para disputar o campeonato Brasileiro de Judô, Hakson Andrade contou com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, mas, quem desejar ajuda-lo pode entrar em contrato pelos telefones 73 98814-9980 e 99932-2221. Banco do Brasil – Agência 0019-1 Conta corrente 67515-6. Siga o judoca pelo Instagram: @Haksonjudo

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2019/07/sem-apoio-oficial-judoca-mantem-ranking-e-traz-medalha-de-bronze-para-ilheus.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.