Campeonato de surf volta a acontecer em Ilhéus e une gerações do surf

Campeonato de surf volta a acontecer  em Ilhéus e une gerações do surf 1

A primeira etapa do Circuito Ilheense de Surf de 2019 realizado neste sábado e domingo (6 e 7), no Point Pedra da Cachorra, na Praia do Sul, próximo a Pousada Costa do Cacau. O campeonato reuniu mais de 100 atletas de várias gerações do surf da cidade, região e Salvador. O local recebe grandes ondulações, com tubos entre os melhores do sul da Bahia, mas também porque relembra a grande importância do evento na história e no fortalecimento do surf na região.

O circuito é resultado da parceria com a Prefeitura, Corpo de Salva-vidas, Bombeiros Militares e Civis, Polícia Militar, Samu192, Projeto Educar para não Afogar e Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), entre outros. O organizador e surfista Derô José disse que o “campeonato serviu para fortalecer e ampliar o nível técnico dos atletas nas competições. Serve de referência para os atletas que se preparam para enfrentarem ainda maiores desafios”.  

Apoio – Mário Alexandre esteve no local, acompanhado do secretário municipal da Cultura e do Turismo, Fábio Manzi Junior. Para ele, o esporte deve fazer parte das políticas públicas de educação. “Ocupar nossos jovens com práticas desportistas é a grande saída para resolver parte dos problemas sociais que enfrentamos no mundo, e por isso, apoiaremos iniciativas que promovam o esporte e que gere motivo de orgulho”, salientou o prefeito.

A estudante e surfista Potira Castaman, de 14 anos era só vibração. Ela conta que batalhou muito para chegar até ali, e que todo o esforço valeu à pena. “Uma grande emoção ganhar dois prêmios. Eu não esperava, mas já estou me preparando para as próximas etapas”, comemorou. O vencedor da categoria Master, Wallace Sampaio ressaltou a volta do circuito. “Está de parabéns os organizadores e apoiadores desse evento tão importante para o surf regional”.

Celeiro de oportunidades – Bruno Galini é um campeão baiano de surf, e já foi um dos cinco surfistas a liderar o ranking da modalidade no País. Experiente, ele afirmou que Ilhéus possui um grande celeiro de surfistas. “Foi de fundamental importância para o esporte o apoio da Prefeitura. Dessa forma, conseguimos motivar essa nova geração, a fim de treiná-los para campeonatos municipais, estaduais e mundiais”, destacou o surfista.    

No local, oportunidade para apresentação do “Projeto Educar para não Afogar”, iniciativa que tem o objetivo de conscientizar surfistas e salva-vidas, por meio das técnicas de busca e salvamento. “Todos os dias, boa parte dos surfistas está nas praias, por isso, o lugar é o espaço ideal para este treinamento. A iniciativa desenvolve o papel de treinar os praticantes de outros esportes aquáticos”, explicou Madureira, coordenador o Projeto Educar para não Afogar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *