Abertura de exposição documenta história da arte sacra em Ilhéus

Abertura de exposição documenta história da arte sacra em Ilhéus 1

Após missa solene do Dia da Cidade realizada na Catedral de São Sebastião, na manhã de sexta-feira (28), visitantes prestigiaram a abertura da Exposição de Arte Sacra. A iniciativa destaca projeto de 500 anos de Ilhéus e integra o calendário de comemorações de 485 anos de fundação. O ato contou com a participação do prefeito Mário Alexandre, que destacou a importância de se manter viva a história das artes sacras.

“Ilhéus é uma cidade de muitas histórias, ninguém pode negar. Muitos são os registros documentados para se manter viva suas raízes, e aqui, valorização da cultura sacra com peças que fazem parte de acervos particulares e acervos das principais instituições religiosas. Vamos trabalhar para que estas raízes se perpetuem e se mantenham vivas em nossas memórias”, ressaltou Mário Alexandre.

Segundo informações da curadoria da mostra, as obras de grandes artistas vão do século XVI ao XIX, com peças pertencentes aos acervos particulares e da Igreja Matriz de São Jorge. A Exposição de Arte Sacra ficará 30 dias de cartaz e deve reunir, até dia 27 de julho, das 8 às 12h e das 13 às 17h, apaixonados por cultura sacra, devotos e apreciadores de imagens e esculturas.

Abertura de exposição documenta história da arte sacra em Ilhéus 2

Durante todo o período colonial, a arte sacra foi predominante no Brasil, e anos mais tarde, modernistas e contemporâneos também aderiram ao estilo. A iniciativa é elaborada pelo Centro de Estudos e Pesquisas de Olivença e Ilhéus (CEPOI), Diocese do município, Instituto Nossa Senhora da Piedade e apoio da Prefeitura e demais patrocinadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *