117 PROFISSIONAIS JÁ ABANDONARAM O PROGRAMA MAIS MÉDICOS NA BAHIA

117 PROFISSIONAIS JÁ ABANDONARAM O PROGRAMA MAIS MÉDICOS NA BAHIA 1

Em três meses, 117 profissionais desistiram do programa Mais Médicos em todo o estado da Bahia, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (4) pelo Ministério da Saúde. O estado é o segundo com maior número de vagas que ficaram em aberto.

O número de desistências na Bahia representa 13,7% das 853 vagas que tinham sido preenchidas no estado, por meio de edital lançado em novembro de 2018 pelo governo federal, logo após a saída dos médicos cubanos do programa.

As cidades baianas com os maiores números de desistências são Cândido Sales (4), Brumado (3), Euclides da Cunha (3), Inhabupe (3) e Serrinha (3). Em todo o Brasil, o nº de desistências, até o início do mês de abril de 2019, somava 1.052. Conforme o Ministério da Saúde, as 8.517 vagas disponibilizadas no edital do programa Mais Médicos lançado após a saídas dos cubanos, foram preenchidas por médicos brasileiros graduados no país e graduados no exterior — os desistentes, diz o órgão, foram profissionais com CRM no Brasil.

As 8.517 vagas foram distribuídas por 2.824 municípios e 34 distritos indígenas. O salário é de R$ 11,8.

As vagas decorrentes das desistências, segundo o órgão, poderão ser ofertadas em novas fases do provimento de profissionais, que ainda estão em análise.

Do total de 1.052 desistências, 14 foram em distritos indígenas. São Paulo é o estado com o maior número de vagas que ficaram em aberto (181), seguindo de Bahia (117) e Minas Gerais (104).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *