Valeu, foi bom, volte logo: 310 mil turistas saem de Salvador via aeroporto até domingo

Valeu, foi bom, volte logo: 310 mil turistas saem de Salvador via aeroporto até domingo 1

Trio nordestino fez a festa para convidar turistas a voltar à Bahia no São João – (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)

Sair da Bahia após um Carnaval é doloroso. Não é fácil perder o costume dos dias de festa, alegria, liberdade, de trocar o dia pela noite. Contudo, o adeus com o fim do Carnaval não quer dizer fim de festa. Nesta Quarta-feira de Cinzas (6), no Aeroporto Internacional de Salvador, os turistas receberam um “até breve” – ou até as festas juninas.

A ação, promovida pela Bahiatursa, aconteceu em frente ao portão de Embarque Nacional do Aeroporto. Ela vai se repetir no sábado (9) e domingo (10). “A ação é coroada pela Operação Até Breve, enfatizando a importância das festas juninas para a Bahia, que acontecem em todo o estado”, disse o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

Enquanto os passageiros embarcavam, quem fez a festa foi um trio nordestino tocando forró e também dando uma moral para músicas do axé baiano. O objetivo, segundo a coordenadora da ação, Tatiana Harfush, é já pegar o embalo e convidar os turistas para passar o São João na Bahia.

Cerca de 310 mil passageiros vão sair de Salvador até o próximo domingo (10) através do Aeroporto de Salvador, segundo dados da Vinci Airports. Só nesta quarta-feira (6), foram mais de 300 mil passageiros distribuídos em 110 voos nacionais e internacionais.

Voltando para a cidade de Mogeiro, na Paraíba, depois de quase uma semana entregue à folia, os amigos Marcelo Augusto Gonçalves, 26 anos, e Anderson Alves, 30, aprovaram – e muito – o Carnaval de Salvador. 

Anderson é professor e veio para a Bahia pela primeira vez. Já o microempreendedor Marcelo Augusto é um veterano e completou o seu quarto Carnaval por aqui.

“Valeu muito a pena! Quero voltar logo. A Bahia é muito linda, receptiva. Conseguiu ir além do que esperava”, contou Anderson.

Contudo, o casal de amigos acha difícil que estejam por aqui durante os festejos juninos: paraibanos de nascença, eles não trocam o São João de Campina Grande “por nada nesse mundo”.

Diferente do casal de cearenses Edson Ribeiro, 57, e Marcelle Cavalcanti, professora de 32 anos. Os dois ficaram hospedados em Ondina durante o Carnaval e gostaram tanto da estadia que até consideram um retorno em breve.

“De repente podemos voltar no São João, né? A gente tá querendo. Foi o primeiro carnaval por aqui e gostamos muito. Foi tudo muito lindo”, contou Edson, que é professor de Educação Física.

Durante um dia de semana normal, o aeroporto de Salvador realiza entre 80 e 85 embarques. Mas, o volume de pessoas que vai deixar Salvador até o final de semana aumentou esse fluxo.

E se engana quem pensa que é só turista de outros estados que passa pelo Aeroporto. Vindos de Camacan, no Sul da Bahia, o trio Garelle de Castro, Carlos Alberto Júnior e Luna de Castro optou por um voo até Ilhéus para encurtar o tempo de retorno para casa.

O CORREIO procurou a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur), que informou que ainda não existe uma estimativa de quantas pessoas devem visitar a Bahia durante o São João de 2019. A pasta informou que a área técnica, responsável por gerar esses dados, estava em regime de ponto facultativo por conta da Quarta-feira de Cinzas. Também procurada, a Bahiatursa afirmou que não é a responsável por gerar esses números.

*Com supervisão do chefe de reportagem Jorge Gauthier do Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *