Mercado de artesanato de Ilhéus é reconhecido formalmente como ponto turístico e cultural

Mercado de artesanato de Ilhéus é reconhecido formalmente como ponto turístico e cultural 1

Foto: Rodrigo Macedo

Um dos locais mais frequentados por nativos e turistas que visitam Ilhéus, o Mercado de Artesanato, situado à Rua Eustáquio Bastos, no centro, existe há 18 anos, mas só agora foi reconhecido como ponto de interesse cultural, social e turístico da cidade. O Projeto de lei de número 4.003, de 27 de Dezembro de 2018, de autoria do vereador Makrisi Ageli de Sá, que formaliza o equipamento, foi sancionado pelo prefeito Mário Alexandre.

Para o vereador, o mercado é um espaço já consolidado como instrumento real, apto a receber tanto os moradores do município quanto os turistas, mas que faltava ser tratado formalmente como um ponto turístico ilheense.

”Existia uma certa dificuldade no reconhecimento desse equipamento, como por exemplo na confecção de materiais impressos publicitários que divulgam os atrativos culturais e turísticos da cidade”, destaca.

Outro avanço, segundo o autor do projeto, é a inserção do Mercado de Artesanato em alguns fóruns organizados da iniciativa privada, para seu reconhecimento como instrumento formal de turismo.

“O espaço, que já existe há décadas, agora estará formalmente na lista dos equipamentos de cultura, história e turismo dentro do roteiro do município”, enfatiza Makrisi.

No mercado, funcionam cerca de 80 lojas, que oferecem uma ampla variedade de produtos como artesanatos, comidas típicas da região, esculturas, equipamentos eletrônicos, vestuário, produtos de decoração e joias. No verão, o fluxo de turistas no local tem um aumento aproximado de 80%, com registro de aproximadamente 150 mil turistas na temporada, informou a Secom Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *