Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus

No feriado de 15 de novembro foi realizada a construção de uma fossa séptica sustentável na Escola Padre Giuseppe Bonomi, localizada na Associação de Moradores Novo Céu, no bairro Iguape de Ilhéus.

Em conjunto com o Grupo de Estudos sobre Abordagem Temática no Ensino de Ciências (GEATEC), vinculado à UESC, a escola tem realizado ao longo dos últimos meses um levantamento das principais necessidades da comunidade local. A partir de conversas com os moradores, identificou-se que um dos problemas está associado à falta de saneamento básico no bairro, pois os dejetos da maioria das casas e também da escola são despejados diretamente no mangue, sem qualquer tipo de tratamento.

A coordenadora pedagógica da escola, professora Letícia dos Santos Barbosa, integrante do GEATEC, aponta que essas demandas da comunidade foram incorporadas no Projeto Político Pedagógico, construído para a implementação dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, tendo como ponto de partida a realidade social da comunidade escolar.

O professor Miguel Archanjo Júnior, também integrante do GEATEC, foi o responsável pela organização da construção da fossa séptica sustentável, que somente foi possível com a participação e colaboração de moradores locais, funcionários e professores da escola e pesquisadores da UESC.

Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus 1

Mulheres da comunidade colaboraram com a construção da fossa séptica e alguns moradores já estão pensando em expandirem o projeto para suas casas.

A construção da fossa séptica na Escola Padre Giuseppe Bonomi foi realizada a partir de materiais de baixo custo, como tambores de plástico, canos PVC e pedaços de bambu, a qual servirá para reduzir significativamente a poluição do mangue, além de conscientizar a comunidade sobre a importância de construir um ambiente sustentável. De acordo com a coordenadora do GEATEC/UESC, Profa. Dra. Simoni T. Gehlen, “o projeto visa implementar uma Tecnologia Social com o objetivo de desenvolver a autonomia da comunidade na identificação e resolução de problemas locais, bem como estimular a troca de conhecimentos entre a comunidade, a escola e a universidade”.

Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus 2

Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus 3

Desde 2012, que o GEATEC vem desenvolvendo trabalhos de formação de professores de ciências em várias escolas públicas da nossa região cacaueira, com o objetivo de contribuir para a efetivação de uma educação que tenha como ponto de partida as necessidades reais dos educandos, proporcionando a transformação dos sujeitos que dela fazem parte, inclusive a comunidade local. Mais informações das atividades do grupo podem ser obtidas na página https://www.facebook.com/uesc.geatec.

Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus 4

2 respostas a Escola, comunidade e universidade na construção de uma tecnologia social em Ilhéus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *