Cratera na Ilha de Itaparica aumenta e causas ainda são desconhecidas

Novas medições em uma cratera a cerca de 1,5 km da Vila de Matarandiba, no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, na Bahia, apontam que ela já está com 83,5 metros de comprimento, 34,4 metros de largura e 41,2 metros de profundidade. De acordo com a empresa Dow Química, que explora a área, o aumento de 5,6 metros no comprimento em quase um mês, além do aumento da largura e da redução da profundidade, é previsto e característico do fenômeno geológico, que a empresa chama de erosão.

Esta semana a empresa informou sobre os avanços das medidas de segurança e estudos para a identificação da erosão. Foi informado também que estão sendo realizados serviços para que a cerca instalada no local avance mais 30 metros. Também foram instalados cinco novos sensores para medir abalos sísmicos. Até então, não foram apresentadas variações.

Causa desconhecida

Está havendo ainda a análise de dados geológicos modelados em um software de alta precisão, para avaliar o estresse do subsolo e entender a origem da erosão. Os dados foram enviados no final de julho para a empresa contratada e seguem em processo de análise com estimativa de prazo de quatro a seis meses para que a causa do fenômeno seja conhecida.

A multinacional disse ainda que segue atuando para apurar a causa da erosão e descartar a eventual possibilidade de novas ocorrências.

Esta semana, atendendo a uma solicitação da comunidade, líderes da empresa se reuniram ainda com a prefeitura de Vera Cruz e a Defesa Civil do Estado da Bahia para iniciar a discussão da necessidade de desenvolvimento de um eventual plano de contingência, informou o TNH1.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/09/cratera-na-ilha-de-itaparica-aumenta-e-causas-ainda-sao-desconhecidas.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.