As 18 promessas mentirosas do Prefeito Marão (PSD) e Nazal (REDE)

“A saúde é uma das prioridades, e o trabalho será técnico”, as afirmavas são utilizadas com frequência nos discursos feitos pelo prefeito Mário Alexandre (PSD), no comando da Prefeitura de Ilhéus. O atual gestor durante toda a campanha disse que iria implantar o modelo de gestão, inclusive, pregou que iria mudar a cara da cidade. Mas, pouco mais de um ano e oito meses depois, os moradores do município afirmam que ainda não sentem a presença do poder público na saúde, educação, transporte, entre outras áreas.

O excesso de expectativa na gestão de Marão desencadeou um processo de ansiedade para a mudança do município e posteriormente uma decepção. Na política, essa expectativa, está um pouco distante de realizar-se.

Ao todo, Marão fez várias promessas específicas em um programa de governo registrado no TSE.

O ILHÉUS.NET levantou tudo e separou 18 promessas que podem ser claramente cobradas.

Confira 18 promessas importantes de Marão que podem mudar a história da cidade caso sejam executadas:

1 – Investir continuamente na elaboração de projetos para captação de recursos externos, dentro dos objetivos do planejamento municipal;

2 – Estabelecer intercâmbios e parcerias para buscar soluções inovadoras comprovadamente eficazes para melhoria contínua dos processos da gestão pública municipal.

3 – Equilibrar expansão e adensamento da cidade relativamente à capacidade de suporte socioambiental do território e ao proporcional investimento em infraestrutura, conforme indicações do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano;

4 – Estruturar a mobilidade com soluções adequadas à dimensão humana, propiciando condições seguras e confortáveis para o deslocamento a pé, uso de bicicletas e acessibilidade das pessoas com limitações, priorizando-se para grandes distâncias um sistema de transporte público seguro e confortável, com integração física e tarifária na abrangência de todo o município;

5 – Promover harmonização estética da paisagem urbana e a erradicação da poluição visual;

6- Erradicar áreas de risco de acidentes naturais (deslizamentos e enchentes);

7 – Promover desenvolvimento socioeconômico com equidade e sustentabilidade, priorizado o aproveitamento das potencialidades locais e os processos endógenos de organização da produção e do trabalho;

8 – Instituir comissão de articulação institucional voltada à prospecção de soluções inovadoras para melhoria da gestão pública municipal;

9 – Elaborar termo de referência e submetê-lo à consulta pública para elaboração do Plano de Mobilidade Urbana e Acessibilidades;

10 – Implantação de Ciclovia e Ciclofaixas;

11 – Realizar imediata manutenção do sistema de drenagem urbana, com desobstrução de caixas, bueiros, galerias e tubulações nos locais onde ocorrem enchentes com mais frequência;

12 – Identificar e erradicar pontos de acumulação de lixo;

13 – Elaborar Plano de Arborização Urbana;

14 – Habitação Inclusiva;

15 – Identificar, delimitar e caracterizar as áreas de risco de acidentes naturais;

16 – Contemplar prioritariamente ações de erradicação de risco nas seguintes localidades. Diversos altos e morros, especialmente nas áreas de encosta;

17 – Mapear as lacunas mais críticas de assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social e carência;

18 – Executar Plano de Desenvolvimento Social do município . Indicam-se em destaque, para que sejam contempladas neste plano, as seguintes localidades Distritos e Aritaguá, Banco Central, Castelo Novo, Inema, Pimenteira e Rio do Braço, que são atendidos pela unidade da Barra do Itaípe;

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/08/as-18-promessas-mentirosas-do-prefeito-marao-psd-e-nazal-rede.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.