Plenária não define Bebeto na suplência, mas defende negociações com Rui pelo posto

Após mais de cinco horas, a plenária convocada pelo deputado federal Bebeto Galvão (PSB) para discutir a indicação dele como suplente do ex-governador e pré-candidato ao Senado Jaques Wagner (PT) (veja aqui) não bateu o martelo sobre o assunto especificamente. 

No entanto, as mais de 400 lideranças de cerca de 80 municípios que compareceram ao evento decidiram, por unanimidade, que o parlamentar deve se sentar com o governador Rui Costa para discutir qual a proposta que o petista, candidato à reeleição, fará a ele. Segundo informações obtidas pelo Bahia Notícias com uma fonte que acompanhou o encontro, só após a negociação com Rui é que o deputado vai decidir se aceita, ou não, a suplência. 

A plenária de Bebeto reuniu nomes como os deputados estaduais Alex Lima e Fabíola Mansur e o secretário de Ciência, Tecnologia e Infraestrutura Rodrigo Hita, todos do PSB. Lideranças municipais como os prefeitos de Jequié, Itaparica, Ubaitaba, Casa Nova, Laje e Barra do Rocha, além dos ex-gestores de São Félix, Duda Macedo, e o ex-prefeito de Piritiba, Ivan Cedraz, também compareceram, junto a vereadores e lideranças sindicais. 

A indicação do PSB para suplência de Wagner foi colocada como prioritária pelo próprio ex-governador, após a senadora e presidente estadual da legenda, Lídice da Mata, ser deixada de fora da chapa majoritária do governador. 

Nos bastidores, correm rumores de que, além do posto de suplente, Bebeto poderia faturar uma secretaria em um eventual próximo governo Rui. A possibilidade, entretanto, é negada pelo socialista, informou o BN.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/07/plenaria-nao-define-bebeto-na-suplencia-mas-defende-negociacoes-com-rui-pelo-posto.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.