‘Fazia trabalho digno’, diz irmão de jovem morto por engano enquanto almoçava dentro de empresa em Itabuna

O jovem de 18 anos que foi morto por engano em Itabuna, no sul da Bahia, foi enterrado na quinta-feira (19), na mesma cidade onde ocorreu o crime. Thiago Henrique Magalhães dos Santos, estava almoçando no trabalho, quando foi surpreendido pelo criminoso e atingido por tiros na quarta-feira (18).

Durante o velório, Vitor Magalhães, irmão da vítima, contou que Thiago era trabalhador e se dedicava muito à evangelização, na igreja que frequentava. “Era um homem esforçado na obra de Deus. Fazia o trabalho dele digno”, disse.

O pai de Thiago enfatizou que o filho era muito atuante na igreja e que pretende continuar o trabalho do filho. “Eu vou lutar para seguir a obra dele. Era tudo o que ele queria”, disse Jackson Lino.

Thiago trabalhava em uma distribuidora de água, no bairro de São Caetano. Foram as testemunhas que contaram à polícia o autor dos disparos. O criminoso foi identificado como Alexandre dos Santos, conhecido como Bebel.

Caso
Após ser preso, Alexandre confessou o crime, mas disse ter matado a pessoa errada. O homem que seria assassinado pertence a uma quadrilha rival, segundo Alexandre.

O comparsa, identificado como Elianderson Santos Bonfim, foi preso junto com ele. Alexandre contou à polícia que Elianderson seria a pessoa responsável por passar a localização do homem que seria assassinado, mas deu as informações erradas.

Durante o depoimento, Elianderson disse que Alexandre pediu para que ele fosse à distribuidora onde Thiago trabalhava, ver se o homem que seria morto estava lá. Elianderson se enganou e deu a localização da pessoa errada, acreditando que a vítima era a pessoa procurada por Alexandre, que esteve no local e efetuou os disparos.

Ainda em depoimento, Alexandre disse que a arma do crime foi jogada em um canal de esgoto. No entanto, a polícia fez buscas na localidade e a arma não foi localizada, informou o G1/BA.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/07/fazia-trabalho-digno-diz-irmao-de-jovem-morto-por-engano-enquanto-almocava-dentro-de-empresa-em-itabuna.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.