O Brasil é um país em que o magistério virou humilhação

Piso salarial dos professores

Mais um estudo publicado pela organização sem fins lucrativos Todos Pela Educação – que faz um trabalho belíssimo – mostra o quanto andamos para trás em relação ao respeito devido aos professores.

Em tudo, lamentável!

O que diz o estudo?

Que 49% dos que exercem a mais bela e importante profissão, em qualquer lugar do mundo e em qualquer tempo, não recomendam aos jovens que trilhem o caminho do magistério.

As razões são muitas, creio eu, mas bastante plausíveis.

Com exceção dos professores das universidades públicas, a baixa remuneração para quem se dispõe a levar conhecimentos a crianças e adolescentes no Brasil é humilhante – a metade do que ganham outros profissionais de nível superior.

Esta é apenas uma parte da explicação.

A falta de condições de trabalho, a violência na sala de aula e no entorno das escolas, tudo depõe contra a atividade sem qual o Brasil continuará ocupando os últimos lugares no ranking de países socialmente injustos.

Se os professores não recomendam aos alunos que sigam o seu caminho profissional, o que respondem os jovens?

Apenas 2,4% pretendem investir no magistério.

Há dez anos, o percentual era de 7,5%.

A humilhação cotidiana piorou o que já era ruim.

Editorial do Ricardo Mota

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/06/o-brasil-e-um-pais-em-que-o-magisterio-virou-humilhacao.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.