Candidatos querem saber, por que anular o concurso da UESC?

Para que anular o concurso de Técnico Universitário da UESC, sendo que, a organizadora do certame deu pontuação a todos que reclamaram das questões irregulares? Assim perguntam os candidatos favoráveis a não anulação.

Em direito de resposta proporcional ao agravo, boa parte dos candidatos mostram-se contrários à anulação do certame. Diante do exposto, o posicionamento e pontos alegados por eles são os seguintes:

a) Sobre o plágio: alguns candidatos (e que isso fique bem claro), estão pedindo anulação do concurso por conta de suposto plágio, no entanto, depois da prova em vez de realizarem o que estão fazendo agora, eles pediram recurso e esperaram o resultado das notas saírem. Ao verem que as suas notas não foram boas o suficiente para uma boa classificação, começaram a fazer essa algazarra. Ora, por que só depois do resultado a CONSULTEC cometeu ato ilícito?

b)  Sobre as anulações das questões, foram a pedido da maioria dos que pedem agora a anulação da prova. Como todos sabem, quando se anulam questões todos ganham ponto, é o justo. Quando dizem que essa anulação distribuiu ponto para quem não merecia e não estudou muito, pode até ser verdade, mas dizer que esses foram beneficiados a ponto de serem bem classificados assim já é demais, sabe por quê? Porque os melhores classificados foram bons na prova como um todo. Tanto nas específicas quanto nas gerais. Isso demonstra que o resultado divulgado pela UESC mostra o resultado dos que estudaram para a prova toda e não contavam com a sorte de acertarem apenas as específicas que tinham peso maior. Pode observar que as pessoas que pedem anulação não estão dentro dessa boa classificação (Que inclui boas notas nas questões específicas gerais). Dizem que muitos fecharam as específicas com as anulações… o que não é verdade. Basta conferir o resultado divulgado e encontrarão um índice baixo, e detalhe, desses que fecharam a prova específica só os que foram bons, também na prova geral foram bem classificados. Não é a toa, que tem pessoas que mesmo não fechando as específicas estão bem classificados, enquanto alguns que fecharam as específicas não.

c) Argumentam que a anulação das questões tirou a competitividade do concurso, também não concordamos, pois como podemos observar na lista das notas, os melhores foram bem na prova como um todo. Dizem que, a prova foi decidida nas questões gerais e não nas específicas. Ora, a prova é avaliada nas duas. E mais: mesmo com a anulação de oito questões das específicas, ficaram 16 questões e quem as acertou não foi por sorte, mas, porque estudou tanto para as questões específicas, quanto para as questões gerais. A prova não foi decidida na sorte e sim no maior índice de acerto no total da prova.

d) Muitos dos que foram bem classificados (mesmo não estando dentro das vagas imediatas – porque o concurso também é cadastro reserva). Não concordam com anulação, pois moram em outros locais e tiveram gastos que vão ser perdidos com a anulação e ainda não poderão fazer outra prova. Afinal todo mundo tem calendários e prazos a serem respeitados.

Como podemos ver a anulação da prova só prejudica os que foram bem classificados e beneficia os que estão atrás de uma nova chance, já que não foram bem na prova. Além do mais a anulação seria também injusta com os ‘’aprovados’’ (que obtiveram boas notas), que se dedicaram bastante e saíram de cidades distantes para fazer a prova. Se houver anulação muitos deles não poderão fazer a prova novamente por conta da falta de recurso financeiro.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/05/candidatos-querem-saber-por-que-anular-o-concurso-da-uesc.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.