Netinho volta a puxar trio elétrico após cinco anos

Netinho volta a puxar trio elétrico após cinco anos 1

Afastado há cinco anos por causa de um grave problema de saúde, o cantor Netinho voltou a subir em um trio elétrico. O retorno do músico aconteceu na noite de Sábado (21), durante a Micareta de Feira de Santana. A última vez que ele comandou foliões em trio foi no carnaval de 2013, no Rio de Janeiro.

No Domingo (22), em seu perfil do instagram, ele comentou sobre a emoção que viveu ao voltar a puxar um trio elétrico:

“Que vida incrível é essa? EU QUERO falar é de André Costa (Dedéu), hoje produtor técnico, que trabalhou muitos anos comigo e esteve ontem lá, fazendo o seu melhor, transbordando uma alegria que não se vê mais: a alegria de propiciar a outra pessoa as condições para a sua realização. São coisas desse tipo que eu enxergo hoje com muita clareza. São as coisas reais. O resto, nada vale. EU QUERO falar de todos da minha equipe, banda, produção e técnica, que foram absolutamente humanos ontem. Esta humanidade, muito visível pra mim, superou os defeitos de cada um e me deu o porto seguro pra fazer o meu máximo. EU QUERO falar de cada pessoa que acenou pra mim ontem; que me deu um sorriso. De cada pessoa que eu emocionei, que chorou ao me ver, que estava ali torcendo por mim. Minha cabeça não para de revisar aquele ontem. 🌷#netinho #gratidao #ascoisasqueimportam #vidafeliz”

O desfile de Netinho no circuito Maneca Ferreira (Avenida Presidente Dutra) animou o folião pipoca com clássicos da axé music no trio sem cordas. Com uma bermuda e boné vermelhos, blusa preta e camisa de botão colorida, o cantor mostrou que está recuperando a velha forma. A voz, apesar de não estar ainda 100%, segundo ele, impressionou o público no carnaval fora de época.
 
Aos 51 anos, Netinho encarou mais de duas horas de desfile na micareta de Feira de Santana. O cantor recebeu muitas mensagens de apoio nas redes sociais para o retorno aos trios elétricos.

Em 2013 Netinho foi internado pela primeira vez, quando iniciou uma sequência de idas e vindas aos hospitais. Ele perdeu mais de trinta quilos, sofreu três AVCs, perdeu a voz, encarou a depressão e acreditou que havia chegado no fim da vida.

Assumiu os problemas causados pelo uso de anabolizantes, encarou uma maratona de tratamentos e resistiu. Netinho passou um ano sem cantar, por causa dos problemas de saúde e ainda é acompanhado por profissionais de saúde.

Netinho começou a carreira artística aos 16 anos, cantando em bares da capital baiana. Na época, ele abandonou a faculdade de Engenharia Civil para se dedicar à música.

Em 1986, estreou no carnaval de Salvador como cantor da banda Beijo e ganhou notoriedade nacional no mesmo ano com a música ‘Beijo na Boca’.

Em 1993, ele decidiu seguir carreira solo e em 1996 emplacou o sucesso ‘Mila’, um dos maiores hits do axé music, que foi regravada em quase dez línguas. Em 2003, após vender milhares de discos, o cantor deu uma parada e depois de três anos voltou ao cenário musical, conforme informações colhidas no G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *