ITABUNA: Vigilância Epidemiológica descarta possibilidade de paciente infectada por H1N1

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Itabuna descartou o caso de uma mulher, 30 anos, como sendo H1N1, como preliminarmente diagnosticada na UPA 24 Horas. A paciente sofre crise asmática desde a infância.

Ela foi removida para o Hospital Regional da Costa do Cacau para tratamento. No seu caso, os médicos seguiram o protocolo da Secretaria de Saúde da Bahia.

No caso das três crianças internadas, em Itabuna, no Hospitais Manoel Novaes, com suspeita da gripe H1N1, também se seguiu o protocolo com a realização de exames sorológicos no Laboratório Centro do Estado (Lacen), em Salvador.

Como no caso da paciente adulta, as crianças apresentavam febre alta e constante, tosse e cefaleia (dor de cabeça intensa). Tais sintomas levaram o médico plantonista a suspeitar da contaminação pelo vírus. Neste ano, a Bahia já registrou 12 casos de H1N1 confirmados.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus começou na segunda-feira, em todo o estado. A vacina é trivalente, ou seja, protege não só contra os sorotipos H1N1, como de H3N2 e o influenza do tipo B Yamagata, conforme diz o blog A Região.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/04/itabuna-vigilancia-epidemiologica-descarta-possibilidade-de-paciente-infectado-por-h1n1.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.