Itabuna mal saiu de uma greve dos professores municipais e já vai entrar em outra, dos servidores. Eles se reuniram em assembleia nesta terça-feira 20 e decidiram parar a partir da sexta-feira 23, caso os salários não sejam pagos.

Os servidores ocuparam os corredores da sede da Prefeitura e pressionam o secretário da Fazenda, Moacir Messias, a pagar os salários atrasados e o vale transporte. A Guarda Civil, também sem salários, é outra que pode fazer greve.

Já os professores votaram pelo fim da greve depois que a Prefeitura pagou a segunda parcela do terço de férias, encerrando uma paralisação iniciada em 9 de março.

Mesmo assim, cerca de 400 professores podem continuar parados, segundo a presidente do Simpi, Carminha Oliveira, porque não receberam os vales-transportes intermunicipal e urbano. As escolas voltam às aulas nesta quarta, conforme o Jornal A Região. 

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *