A crise na Prefeitura de Itabuna só cresce. Depois da greve dos professores e ameaça de paralisação dos outros servidores, nesta terça o prefeito Fernando Gomes exonerou a secretária de Saúde, Lísia Miranda São Mateus.

Sem explicação oficial, nos bastidores se fala em conflito entre ela e o secretário da Fazenda, Moacir Messias, que condenou publicamente a abertura da UPA 24h a um custo de R$ 1 milhão por mês, considerado por muitos como superfaturado.

No cargo há um ano, Lísia foi indicada pela sogra, a secretária de Governo Maria Alice Pereira. Segundo o blog Pimenta, ela saiu da sala do prefeito visivelmente nervosa, após a exoneração, conforme o Jornal A Região.

::Publicidade
Compartilhar Post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *