ILHÉUS: Coordenação de Endemias faz monitoramento quinzenalmente no SESI

Uma notícia infundada circulou pelas redes, informando as “autoridades” de um suposto foco de mosquito Aedes aegypti transmissor da Dengue, Febre Amarela, Zíka e Febre Chikungunya no antigo SESI no bairro do Iguape, na zona norte de Ilhéus.
 
Hoje (20), o Coordenador de Combate as Endemias, Sr. Roberto Reis, acompanhou a equipe de Monitoramento de Pontos Estratégicos (MPE) no antigo SESI, onde atualmente, está sendo instalado o Comando de Policiamento da Região Sul (CPRSUL), a equipe foi recepcionada pelos policiais onde também se encontrava o Tenente Santana, responsável pela equipe de manutenção do CPRSUL, o qual enfatizou que as piscinas, estão sendo tratadas com cloro granulado, substância que mata larvas de qualquer mosquito.
Mesmo assim a equipe fez a inspeção e não foi encontrado foco algum nas mediações do local.
 
O SESI é classificado no Programa Municipal de Combate a Dengue como Ponto Estratégico, sua classificação se deu por ser um local considerado vulnerável, seja devido à presença de grandes quantidades de recipientes, ou ainda por serem possíveis portas de entrada de mosquitos trazidos de outras localidades. Estes imóveis são conhecidos como Pontos Estratégicos (PEs) e recebem visitas quinzenalmente, conforme ficha de visita em anexo.

A equipe de Monitoramento de Pontos Estratégicos de Ilhéus realiza o trabalho de tratamento e inspeção quinzenalmente, para evitar, assim o surgimento de foco ou até mesmo a proliferação do mosquito no local.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/02/ilheus-coordenacao-de-endemias-faz-monitoramento-quinzenalmente-no-sesi.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.