Mutirão para inscrição no Programa Primeiro Emprego é realizado em Ilhéus

Mutirão para inscrição no Programa Primeiro Emprego é realizado em Ilhéus 1

A ação acontecerá nesta quarta-feira, 17, no no auditório da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus. Divulgação.

Egressos de 2015, 2016 e 2017 da Educação Profissional da rede estadual de ensino poderão se inscrever no Programa Primeiro Emprego (PPE), durante mutirão que a Secretaria da Educação do Estado, juntamente com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (SETRE), a Fundação Estatal Saúde da Família (FESF), a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) e a Casa Civil, promove nesta quarta-feira (17), no auditório da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus. A ação tem como objetivo agilizar a contratação desses egressos do Ensino Profissional da rede pública estadual no PPE.

Entre os documentos necessários para a inscrição no PPE estão a Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência (a lista completa está disponível no local e nas unidades escolares). A expectativa da Secretaria da Educação é que 500 egressos dos 57 cursos oferecidos pela Educação Profissional, entre os quais Administração, Técnico em Enfermagem, Informática e Secretário Escolar, se inscrevam durante o mutirão.

Ao conquistar a vaga, o candidato terá a Carteira de Trabalho assinada, com todos os direitos garantidos. O contrato tem duração de 24 meses no Estado. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo; já nos órgãos estaduais, o contemplado terá, além de salário mínimo, plano de saúde (PLANSERV) e vale transporte.

Programa Primeiro Emprego

Trata-se de uma ação social de combate ao desemprego dos jovens, promovido pelo Governo do Estado, para inserir egressos e estudantes da Educação Profissional no mercado de trabalho, além de estimular uma maior dedicação na sala de aula, justamente por contemplar aqueles com melhores resultados. Para que os estudantes e egressos sejam contatados, em caso de seleção, é importante que estejam com seus dados cadastrais atualizados no banco de dados da Secretaria Estadual da Educação, conforme informou o Jornal A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *