Febre Amarela, Ilhéus não está na área de recomendação do MS

Febre Amarela, Ilhéus não está na área de recomendação do MS 1

De acordo com o mapa do Ministério da Saúde (MS) para a campanha nacional de vacinação contra a febre amarela, o município de Ilhéus não consta na área de recomendação com vacina. O aviso é feito pela secretaria municipal de Saúde para evitar qualquer tipo de pânico em torno do assunto por parte da população.

No entanto, conforme a coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde (Sesau), Walkiria Cardeal, o município dispõe de vacina contra a febre amarela e a está aplicando nos postos de saúde que dispõem de sala de vacinação. Ela salienta que a recomendação é atender a rotina do calendário de crianças e os adultos que estarão se deslocando para as áreas de risco, com comprovante de viagem.

Segundo a Sesau, a vacina está disponível nos seguintes postos de saúde: no período da manhã, nas unidades de saúde Almiro Vinhaes, localizada na Avenida Princesa Isabel; no Centro Social Urbano (CSU), no Bairro da Barra, e em Vila Cachoeira, localizada à margem da Rodovia Ilhéus-Itabuna.

No período da tarde, a vacina está disponível no Centro de Atendimento Especializado – CAE III (prédio da antiga Fundação Sesp), na Avenida Canavieiras, no centro da cidade; e na unidade do Programa Saúde da Família (PSF), no bairro da Conquista. À noite, é possível vacinar nas unidades do PSF dos bairros Ilhéus II e Hernani Sá (Urbis).

Orientações – O Ministério da Saúde recomenda a vacina contra febre amarela para pessoas na faixa etária entre nove meses e 60 anos. No caso dos maiores de 60 anos, esses devem passar por avaliação médica antes de tomar a vacina.

A vacina contra a febre amarela não é recomendada para mulheres que estejam amamentando crianças menores de seis meses de idade; alergia grave ao ovo; pessoas que vivem com HIV e têm contagem de células CD4 menor que 350; em tratamento com quimioterapia/radioterapia; portador de doença autoimune; e pessoas que estejam em tratamento com imunossupressores (que diminuem a defesa do corpo).

Devem passa por avaliação médica, também, antes de receber a vacina, as seguintes situações: grávidas; portador de doenças hematológicas (do sangue), renais e hepáticas; se terminou o tratamento com quimioterapia/radioterapia; ou se faz uso de medicamento corticoide, conforme informou a SECOM da SESAU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *