Colo Colo enfrenta o Provincianismo

Colo Colo enfrenta o Provincianismo (Modo de ser ou hábito próprio de uma província) local nas relações profissionais em Ilhéus e a tentativa de explorar quem é de fora, mesmo que esteja tentando ajudar o time da casa. Acostumada a tratar de negócios de forma profissional, a Arezza tem tido dificuldade para prestigiar os empresários locais.

Uma fonte da empresa comenta que, sempre que citam que a compra é da Arezza para o Colo Colo, os preços disparam e as dificuldades aumentam. Querem pagamento adiantado e cobram mais caro. “Tivemos que comprar colchões, roupas, fogão, travesseiros, enfim, tudo fora daqui”.

Um caso curioso foi o aluguel de um imóvel para o clube. Uma longa lista de corretores se dizia responsável pela intermediação e exigia comissão. Acontece que o imóvel pertence a um juiz de Salvador e o negócio foi fechado direto com ele.

O juiz avisou que não pagaria comissão para ninguém e os corretores passaram a ligar para a Arezza insistentemente, tentando ganhar alguma coisa. “Disseram que fizeram um favor de alugar o imóvel, que a gente deveria pagar comissão e até que iam cancelar a locação!”

Nova camisa

A nova camisa do Colo Colo está sendo estudada e analisada por bastante gente. Esta da foto, toda amarela, tem inspiração moderna e nas mangas foi incluída uma alusão aos 70 anos do clube, que se completam em abril, além de agradecimento à cidade de Ilhéus.

É um dos vários modelos sendo analisados, todos usando amarelo e azul, as cores do Colo Colo. Mas até as camisas sofrem com o provincianismo de Ilhéus. A Arezza procurou vários empresários para revender as camisas oficiais em troca de 20% de comissão. Nenhum deu resposta.

No campo, o time já está sendo montado, com vários jogadores experientes, entre 10 e 12 de outras cidades, que passaram pelas séries A B e C do Brasileiro. Eles se juntarão a 14 selecionados na peneira feita em dezembro para formar dois times. A partir do dia 29 começam os treinos. Conforme diz o “A Região”.

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2018/01/colo-colo-enfrenta-o-provincianismo.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.