Polêmica em Ilhéus: Cessão de prédio do município a sindicato vai de encontro aluguel de 14 mil reais na mesma avenida

O que era para ser um ponto positivo na gestão do prefeito Mário Alexandre junto aos rodoviários, virou motivo de protestos nas redes sociais e acionamento da justiça.

O motivo da polêmica é a assinatura de um termo de cessão, constante no Processo Administrativo nº 8753/2017 que repassa, pelo período de 10 anos, um imóvel de propriedade do município localizado à Avenida ACM, no bairro do Malhado, com o fim específico de uso de funcionamento da sede do sindicato dos Rodoviários.

Segundo dados levantados pelo Blog Agravo àquele local poderia servir como posto de saúde, ou até mesmo alocar um programa de alguma secretaria municipal, a exemplo da secretaria Desenvolvimento Social de que recentemente (2308/2017) alugou um imóvel na mesma Avenida por 14 mil reais anuais para o funcionamento do SCFV-Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Na denúncia da associação dos servidores do ministério da saúde do estado da Bahia e outras instituições ao Ministério Público Federal – MPF, a situação piora ainda mais para o município, quando é relembrado que em 2009 no governo Newton Lima foram transferidos 149 mil para o fundo municipal para reforma do prédio onde funcionaria o DST/AIDS e programa de Atenção integral às pessoas com Anemia Falciforme. Hoje o prédio está completamente abandonado!

A denúncia foi parar no MP e MPF, veja aqui.

Informações do Blog Agravo

Link permanente para este artigo: https://www.ilheus.net/2017/10/polemica-em-ilheus-cessao-de-predio-do-municipio-sindicato-vai-de-encontro-aluguel-de-14-mil-reais-na-mesma-avenida.html

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.