Segunda (23) vai ser feriado em Ilhéus e Itabuna

O feriado municipal do Dia do Comerciário, celebrado em 30 de outubro, foi antecipado para a próxima segunda-feira, 23, em Itabuna e Ilhéus. A medida atende a uma solicitação conjunta dos sindicatos dos Comerciários e do Comércio, além da CDL e Associação Comercial.

Um acordo foi firmado entre as entidades para que não haja prejuízos com mais dias parados em consequência do Dia de Finados, em 2 de novembro, que é nacional. Por isso, fecham na segunda-feira o comércio e o setor de serviços, incluindo atacadões e hipermercados.

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, Maria Adna Aguiar, determinou que no feriado municipal destinado ao comerciário estarão suspensos o expediente e os prazos nos processos físicos e eletrônicos no Fórum Trabalhista. Continue lendo

Liminar libera serviço da call center Tel Telemática de Itabuna

Uma liminar, em mandado de segurança, concedida pela juíza da 1ª Vara do Trabalho de Itabuna, Andréa Mariani, em favor da Tel Centro de Contatos, suspendeu a interdição das operações da empresa, que opera um call center.

Ela tinha sido determinada por auditores-fiscais do Ministério Público do Trabalho, com suporte da Polícia Federal. A interdição se deu após uma fiscalização, iniciada em maio, a partir de denúncias de assédio moral e irregularidades.

O expediente ficou suspenso, mas a empresa não permitiu aos trabalhadores deixar o local. A maioria ficou de braços cruzados do lado de fora, na Avenida José Soares Pinheiro.

Na liminar, a magistrada decidiu suspender imediatamente a interdição na sede da empresa, que alegou não ter sido notificada pela fiscalização do Ministério do Trabalho nem do MPT. A Tel Telemática já atua em Itabuna desde 2015 e emprega mais de 1.500 pessoas. Continue lendo

Cruzeiros vão atrair 220 mil turistas e movimentarão R$ 70 mi na Bahia

O turismo baiano ganhará um motivo para respirar aliviado, durante a alta temporada dos cruzeiros marítimos. Entre novembro deste ano e abril de 2018, 151 mil turistas irão atracar no Porto de Salvador a bordo de 51 transatlânticos.

A temporada de alta dos passeios durante os seis meses promete movimentar R$ 70 milhões. Ilhéus também terá a atividade turística aquecida durante a temporada, recepcionando 21 navios com 72 mil turistas, ao todo.

Esses 220 mil turistas representam um aumento de 8% no movimento do mesmo período da temporada anterior, de acordo com a Companhia das Docas da Bahia (Codeba). Ao todo, serão 72 transatlânticos que irão atracar nas zonas portuárias das duas cidades.

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) estima que cerca de 85% dos passageiros que chegam nos navios, descem e vão às compras. “Isso representa um volume em torno de 128 mil pessoas consumindo na cidade nos ramos de alimentação, vestuário, passeios turísticos, aquisição de artesanato, dentre outros”, explicou o secretário Cláudio Tinoco.

Ele ainda cita uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, e acompanhada pela Secult, que estimou que os turistas terão gasto médio de R$ 485 nesta temporada, o que significa a movimentação de R$ 62,5 milhões entre 15 de novembro – quando é marcado o início da temporada de cruzeiros – e 10 de abril.

Além do turismo, Tinoco destaca a arrecadação com a taxa pelo uso do Terminal Marítimo, que é de R$ 60 por pessoa. “Isso significa uma receita de R$ 7,7 milhões”, calcula.

Há também os baianos que embarcam nos cruzeiros e que também consomem e movimentam o turismo soteropolitano. “Não há um controle específico, mas nós ainda verificamos esse meio de movimentação financeira”, disse Tinoco.

“Com tudo isso, nós podemos afirmar que haverá uma movimentação acima de R$ 70 milhões nessa temporada. Nós comemoramos o aumento dessa temporada. Nós tivemos uma queda nos últimos anos e a temporada 17/18 já traz uma recuperação”, complementa. Continue lendo

Facebook compra startup que pode ser seu ‘próximo Instagram’

O Facebook anunciou na última segunda-feira, (16/10), a aquisição de mais um aplicativo. Dessa vez a empresa de Mark Zuckerberg comprou a startup que gerencia o tbh, uma espécie de rede social em que usuários podem enviar elogios e perguntas uns aos outros de forma anônima.

O tbh funciona de maneira semelhante ao Sarahah e ao Curious Cat, duas redes sociais populares entre adolescentes. O app já foi baixado mais de 5 milhões de vezes e tem 2,5 milhões de usuários ativos, segundo os administradores, e só existe há pouco mais de dois meses. De acordo com o Product Hunt, o app chegou a ser o mais baixado do iOS nos EUA no mês passado.

Seria mais um caso de app que ganha repentina popularidade e é transformado em recurso do Facebook se não fosse por um detalhe: o tbh vai continuar funcionando como um aplicativo independente, sem mudar de nome e separado do novo dono. É o mesmo que o Facebook fez quando comprou o Instagram e o WhatsApp, por exemplo.

Desde as respectivas aquisições, Instagram e WhatsApp se juntaram ao seleto grupo de aplicativos mais usados do mundo, junto ao próprio Facebook e o Messenger. O funcionamento do tbh também vem se tornando cada vez mais popular entre jovens, o que indica que Zuckerberg tem nas mãos mais uma rede com potencial para dominar a web.

O valor envolvido na aquisição não foi divulgado, mas fontes do site TechCrunch disseram que o Facebook pagou pouco menos de US$ 100 milhões pelo tbh, de modo que a compra não precisa ser aprovada por entidades regulatórias. Com a aquisição, a equipe do tbh passa a trabalhar a partir da sede do Facebook na Califórnia. Continue lendo

Prefeitura de Ilhéus não respeita regras de acessibilidade e Instituição vai ao MP e ao CREA

A CADEFI (Casa de Apoio aos Deficientes de Ilhéus) encaminhou documento ao Ministério Público e ao CREA explicando que a Prefeitura de Ilhéus descumpre normas internacionais, federais e estaduais, na construção e/ou reformas de unidades de saúde e de assistência social e pode ser até considerado discriminatório, segundo conversa com servidores do judiciário.

A CADEFI enviou ao MP e CREA uma denúncia de descumprimento da Lei 13.146/2015 – Estatuto da Pessoa Com Deficiência, por afrontar a legislação federal que trata dos direitos das pessoas com deficiência. Na prática, a Instituição solicita a adequação às normas de acessibilidade.

No documento, a instituição explica que a Prefeitura se equivoca ao construir sem observar o Art. 1º da Lei 13.146/2015 que diz: É instituída a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania, bem como o Artº 3 que diz: Para fins de aplicação desta Lei, consideram-se:

I – acessibilidade: possibilidade e condição de alcance para utilização, com segurança e autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos urbanos, edificações, transportes, informação e comunicação, inclusive seus sistemas e tecnologias, bem como de outros serviços e instalações abertos ao público, de uso público ou privados de uso coletivo, tanto na zona urbana como na rural, por pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida;

II – desenho universal: concepção de produtos, ambientes, programas e serviços a serem usados por todas as pessoas, sem necessidade de adaptação ou de projeto específico, incluindo os recursos de tecnologia assistiva;

III – tecnologia assistiva ou ajuda técnica: produtos, equipamentos, dispositivos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivem promover a funcionalidade, relacionada à atividade e à participação da pessoa com deficiência ou com mobilidade reduzida, visando à sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social;

IV – barreiras: qualquer entrave, obstáculo, atitude ou comportamento que limite ou impeça a participação social da pessoa, bem como o gozo, a fruição e o exercício de seus direitos à acessibilidade, à liberdade de movimento e de expressão, à comunicação, ao acesso à informação, à compreensão, à circulação com segurança, entre outros, classificadas em: Continue lendo

Volume do setor de serviços da Bahia cresce 3,8% de julho para agosto

O volume do setor de serviços na Bahia voltou a crescer 3,8% em agosto, frente a julho, na série com ajuste sazonal, após ter recuado 3,2% de junho para julho.

Nessa comparação, o resultado dos serviços baianos em agosto foi o segundo melhor entre os estados, abaixo apenas de Roraima (9,8%), e bem acima da média nacional (-1,0%). Foi também, para a Bahia, o melhor agosto da série histórica da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), iniciada em 2012.

De julho para agosto, o volume de serviços caiu em 15 dos 27 estados brasileiros, com recuos mais intensos em Alagoas (-5,9%), Paraíba (-3,6%) e Amazonas (-2,9%).

Com o resultado positivo de agosto, o volume de serviços na Bahia reduziu, pela primeira vez no ano, o ritmo de queda em todas as demais comparações.

No confronto com agosto do ano passado o volume dos serviços no estado caiu 0,5%, perda muito menor do que a de -8,2% registrada em julho e já menos intensa que a média nacional (-2,4%).

No acumulado de janeiro a agosto de 2017, os serviços na Bahia acumulam recuo de 5,7%, também mostrando a primeira desaceleração do ritmo de queda (em julho a retração havia sido de -6,5%), ainda que se mantendo acima da média do país (-3,8%).

No acumulado em 12 meses, o setor no estado cai 6,5%, reduzindo a intensidade do recuo nessa comparação, que havia sido de -7,4% em julho. Nessa comparação anualizada, os serviços baianos seguem em retração há quase dois anos, desde setembro de 2015 (-0,1%).

Continue lendo

Cerca de 300 milhões de pessoas no mundo podem ter sido contaminadas pelo vírus da dengue e a maioria delas não sabe

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que cerca de 396 milhões de pessoas são infectadas pelo vírus da dengue ao redor do mundo por ano. Dessas, apenas 96 milhões apresentam os sintomas da doença e aproximadamente 294 milhões têm dengue assintomática, ou seja, não manifestam os sinais e sintomas e nem chegam a saber que foram infectadas pelo vírus por meio do mosquito Aedes aegypti.

“Essa situação é alarmante, pois há possibilidade do indivíduo infectado pela segunda vez ter mais chance de desenvolver a forma grave da doença, que pode levar ao óbito”, explica a Diretora Médica da Sanofi Pasteur, Sheila Homsani. São quase 300 milhões de pessoas – mais do que toda a população brasileira – que correm maior risco de, em uma infecção secundária, desenvolver dengue grave, sem nem saberem que já foram contaminadas pelo vírus uma primeira vez.

Diferença entre dengue clássica e grave

Segundo a classificação da OMS, a dengue pode ser classificada como: clássica com ou sem sinais de alarme e dengue grave. A doença sem sinais de alarme apresenta sintomas como febre alta (acima de 38º), enjoo, manchas avermelhadas na pele, dor de cabeça e muscular, diminuição de leucócitos no sangue – células de defesa do nosso organismo – e “teste do torniquete positivo”, ou seja, fragilidade dos vasos capilares. Já com sinais de alarme, o paciente manifesta também vômito persistente, dor abdominal, acúmulo de líquidos, edemas (inchaço), sangramento de mucosas e aumento da concentração de células vermelhas no sangue com concomitante queda de plaquetas, o que pode aumentar os sangramentos.

Já o paciente que desenvolve dengue na forma grave, apresenta também sangramento intenso, choque e disfunção de órgãos.
Continue lendo

Cargill inscreve para 43 vagas de estágio com vagas para Ilhéus

A Cargill abriu inscrição para o Programa de Estágio 2017 com 43 vagas, sendo 18 para nível superior e 27 para técnico. As oportunidades são para trabalhas nas unidades de Ilhéus, Goiânia (GO), Castro (PR), Uberlândia (MG), Mairinque (SP) e São Paulo (SP).

Interessados devem cursar Administração, Comércio Exterior, Contabilidade, Direito, Economia, Engenharias e Psicologia. É necessário ter previsão de formação entre julho de 2018 e dezembro de 2019.

O valor da bolsa auxílio varia de acordo com o período de trabalho e região que o estudante vai trabalhar. Os selecionados ainda vão recer assistência médica e odontológica, seguro de vida, vale alimentação ou refeitório no local e auxílio transporte.

Interessados têm até 6 de novembro para se inscrever. Continue lendo

Inscrições para cursos do Pronatec seguem até dia 20 de outubro

Visando promover a autonomia das famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, principalmente as beneficiárias do Programa Bolsa Família, estão abertas até o próximo dia 20, as inscrições para os cursos gratuitos online de qualificação profissional do Plano Progredir.

Para participar, é preciso estar inscrito no Cadastro Único e também se cadastrar no Portal Progredir, do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), no endereço www.mds.gov.br/progredir, ou na Prefeitura de Ilhéus, através da secretaria de Desenvolvimento Social, das 7 às 13 horas, na Rua Mário Alfredo, S/N, bairro Conquista. Continue lendo

MPT e PF interditam empresa de call center em Itabuna por irregularidades.

A empresa de call center Tel Telemática, em Itabuna, foi interditada por Auditores Fiscais do Trabalho na manhã desta segunda-feira (16/10), após constatação de irregularidades no local. A operação, que foi realizada a pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT), pelo Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações da Bahia (Sintell) e contou com o apoio da Polícia Federal (PF), suspendeu todas as atividades relacionadas ao teleatendimento na unidade.

O motivo da interdição foi a forma de controle da jornada dos empregados. Segundo os auditores-fiscais Maysa Duarte e Alessandro Pazzuello, havia irregularidades quanto à concessão de repouso semanal remunerado, à utilização irregular de sistema de banco de horas, ao trabalho nos domingos e à realização de horas-extras e à duração da jornada diária de trabalho, que no setor de call center é limitado a seis horas diárias, com possibilidade de eventuais acréscimos de até duas horas-extras por dia.

Os auditores também identificaram que a empresa utilizava um registro eletrônico de ponto não homologado pelo Ministério do Trabalho, além de considerar a hora noturna com duração de 60 minutos, e não de 52 minutos e meio, como consta na legislação trabalhista. A ação de fiscalização teve início no mês de maio, após a aplicação de 180 questionários de checagem para os trabalhadores da empresa. Continue lendo

Web Link

Weblink Hospedagem de Sites

Técnico em informática

Técnico em informática