Vem pro Meira!
Vem pro Meira!

Saúde

Cuidado sanitário na produção da carne começa no campo e chega até a mesa do consumidor

Responsável por 25% do consumo mundial de carne, a carne suína também cresce no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal, ABPA. O país é o quarto maior produtor e exportador mundial da proteína, ficando atrás apenas da China, União Europeia e Estados Unidos. São, ao todo, mais de 40 milhões de cabeças que produzem 3,7 milhões de toneladas de carne.

Por isso, é preciso estar atento aos aspectos sanitários e de inspeção da carne suína. Se ela não for devidamente fiscalizada, pode se tornar fonte de doenças e infecções alimentares. Além de oferecer um produto saudável, as empresas devem garantir a sanidade dos animais e de todo o processo, pensando, inclusive, na rastreabilidade e no uso de práticas sustentáveis que visam os aspectos social e ambiental.

“Estas empresas conseguem identificar a origem do leitão, conhecem a genética utilizada, os medicamentos que foram ministrados, como foi o treinamento das pessoas envolvidas no manejo do suíno e, até o que fizeram com as fezes acumuladas dos animais. Um lindo pedaço de bacon pode ter uma longa história”, enfatiza Roberta Mara Züge, consultora da Frimesa, maior cooperativa produtora de carne suína do Paraná.

As empresas devem seguir as regras de segurança ditadas pelos órgãos governamentais, como o Ministério da Agricultura e a Anvisa, mas o consumidor também pode contribuir para essa fiscalização, exigindo o selo de inspeção e conferindo a validade do produto. Afinal, ele precisa saber a procedência do produto que está comprando.

Caso não sejam cumpridos os critérios de controle da produção e do processamento, a contaminação pode ser uma realidade. Ao escolher uma carne é fundamental ir a locais regularizados, como açougues e mercados, que mantêm a temperatura correta de armazenamento.

Verificar a higiene do local também é muito importante assim como a integridade da embalagem, a procedência, a cor e a rigidez da carne. “Sempre desconfie de alimentos muito baratos. Existe um custo para produzir, outro para transportar, beneficiar, armazenar, etc. Produto muito barato pode significar o descumprimento de critérios de qualidade em alguma dessas etapas. Carne de qualidade não pode ter cheiro ruim, nem cor estranha, muito menos gosto diferente”, reforça a consultora da Frimesa. Continue lendo

NESTLÉ® LANÇA LINHA DE BEBIDAS LÁCTEAS PARA O MERCADO NORDESTINO

A Nestlé® apresenta exclusivamente ao mercado nordestino sua nova linha de bebidas lácteas Nestlé® Ideal®, com ótimas opções para o consumo individual e familiar. As novidades vêm nos sabores mais consumidos pelos brasileiros: o tradicional Morango e também o delicioso Vitamina de Frutas, que une os sabores da banana, mamão e maçã.

Em embalagens individuais e familiares, os produtos oferecem a qualidade característica e reconhecida dos produtos da Nestlé®. Além disso, os novos produtos trazem o exclusivo composto NutriCerto®, um mix de nutrientes que os torna fonte de ferro, zinco, vitaminas e cálcio.

Pensados para atender e agradar aos consumidores da região Nordeste do país, as novidades reforçam o ótimo custo benefício da marca, que já está presente no mercado nordestino com a opção de composto lácteo na versão em pó. Nestlé® Ideal® Morango e Nestlé® Ideal® Vitamina de Frutas estarão disponíveis nas melhores redes varejistas de todo o Nordeste a partir de junho, nos tamanhos 170g e 680g, com preços sugeridos de R$ 1,59 e R$ 5,89, respectivamente. Continue lendo

Ilhéus: Vacinação contra a Influenza é prorrogada até 9 de junho

Com a prorrogação da Campanha de Vacinação contra Influenza, até dia 09 de junho, equipes da Secretaria Municipal da Saúde visitarão, na próxima semana, algumas localidades que não apresentaram bons resultados, até o momento, na campanha.

Abaixo, a programação:

Segunda: Rio do Braço (continuação) e Tibina;

Terça: Assentamento D. Onça e Dois Irmãos e proximidades

Quarta: Inema e Búzios

Quinta: Ramais de Banco Central e do Banco do Pedro

Sexta: Ramais de Castelo Novo e Sapucaeira

Continue lendo

Mutação no vírus pode ter acelerado epidemia de zika

Zika-Virus

Cientistas chineses identificaram uma mutação no vírus da zika que pode ter sido responsável pelo rápido alastramento da doença nas epidemias da Polinésia Francesa (2013/2014) e da América do Sul (2015/2016). 

De acordo com os autores da pesquisa, a mutação identificada no zika aumenta a secreção da proteína NS1. Estudos anteriores já haviam mostrado que essa proteína está associada ao processo de aquisição de flavivírus – o grupo ao qual pertencem os vírus da zika e da dengue – pelos mosquitos. 

No novo estudo, publicado hoje na revista Nature, os cientistas comprovaram que o mesmo mecanismo ligado à proteína NS1 também promove a aquisição do vírus zika no Aedes aegypti, o mosquito que transmite a doença para humanos. A pesquisa foi liderada por Gong Cheng, da Universidade Tsinghua, em Pequim (China).

Ao ser lançada no organismo do Aedes aegytpi, a proteína ajuda o vírus a superar as proteções imunológicas do mosquito, possibilitando a infecção. Com maior facilidade para infectar o Aedes aegypti, que está inserido em ambientes urbanos, o vírus conseguiu se espalhar rapidamente.

Segundo os autores, a mutação que causa o aumento da secreção de NS1 ocorreu apenas a partir de 2013. Isso explicaria o rápido alastramento do vírus a partir dessa data, quando começaram as epidemias que atingiram primeiro a Polinésia Francesa e depois chegou às Américas.

O vírus da zika surgiu na África em meados do século 20 e migrou para a Ásia. Até aí, ele não causava nenhum problema em humanos e infectava principalmente macacos. A linhagem asiática do vírus no entanto, chegou à Micronésia, no Oceano Pacífico, no início do século 21 e causou o primeiro grande surto em humanos em 2007.

Em 2013, o vírus causou um surto na Polinésia Francesa e em fevereiro de 2014 chegou à Ilha de Páscoa, também no Oceano Pacífico, a 3.700 km da costa do Chile. A partir daí, os casos de zika se espalharam em grande parte dos países das Américas. No Brasil, onde ocorreram as primeiras mortes, o vírus motivou um alerta mundial da Organização Mundial da Saúde em 2015.
Continue lendo

Secretaria de Saúde (Sesau) situada no bairro do Malhado, retomará a emissão do Cartão SUS

A Secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus comunica à população, de modo geral, que a Central de Regulação, situada no bairro do Malhado, retomará a emissão do Cartão SUS a partir da próxima segunda-feira, dia 15 de maio.

O serviço foi suspenso no último dia 10, devido à necessidade de reconfiguração no Sistema DATASUS para diversos municípios. operado pelo Sistema Nacional de Regulação, do Ministério da Saúde.

Com a normalização do sistema, a Central de Regulação volta a emitir normalmente o Cartão SUS.

Continue lendo

Nutricionista alerta para riscos de ingerir ovos de Páscoa em excesso

Com sabores e tamanhos variados, os ovos de Páscoa fazem a alegria de crianças e adultos nesta época do ano. Por isso, a maioria das pessoas aproveita para comer, sem culpa, a guloseima, que é uma unanimidade entre os brasileiros.

Porém, os especialistas alertam para o consumo desmedido. Embora possua muitos benefícios, quando consumido com moderação, o chocolate pode causar sérios problemas à saúde, segundo alerta a nutricionista do Hospital Geral do Estado (HGE), Ana Patrícia Tojal.

Uma das razões para o descontrole do consumo do chocolate, principalmente no período da Páscoa, é a oferta de produtos para as crianças, conforme Ana Patrícia Tojal. Isso acontece, segundo ela, porque os ovos de chocolate quase sempre estão vinculados a personagens licenciados e que contêm brinquedos e itens colecionáveis. Por isso, deve-se tomar cuidado com o tipo e o tamanho que são comprados.

O grande problema do chocolate, segundo a nutricionista do HGE, está nas versões ao leite, que possuem muita gordura, calorias e outras substâncias que contribuem para o aumento de peso com mais facilidade. “O consumo exagerado é ruim para a criança, principalmente, devido ao excesso de gordura e açúcar, que acaba criando riscos para a saúde em longo prazo, a exemplo do desenvolvimento de doenças cardiovasculares e excesso de peso”, explica. Continue lendo

Vírus da gripe com maior circulação em 2017 é o H3N2, aponta SBI

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (13) a decisão de antecipar a campanha de vacinação contra a gripe em 2017. Ao contrário de 2016, quando o maior número de registros foi do H1N1, neste ano a maior circulação tem sido do tipo H3N2, aponta a presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBI), Isabella Ballalai. De acordo com a médica, a antecipação do calendário é uma medida acertada, já que no ano passado os casos surigiram antes do esperado, o que provocou uma corrida pelas vacinas.

A especialista explica que tanto o H1N1 como o H3N2 são tipos de influenza, portanto não existe um novo vírus em circulação no Brasil. Segundo ela, as variações são igualmente graves. “Não tem mais grave e nem menos grave. Por isso que as vacinas são tri ou quadrivalentes procurando proteger de três ou quatro tipos de influenza que circulam entre nós”, disse.

De acordo com a SBI,  no ano passado o H1N1 foi responsável por 90% dos casos registrados no Brasil, mas este ano ainda está restrito até agora a 2%. A presidente da entidade explica que o H3N2 é um vírus que já causou surtos no país em outros períodos e é o mais prevalente no hemisfério Norte. “Ele não mudou, mas é o que este ano está circulando mais. Não é porque ele esteja novo”.  Ela explica que apesar de a população popularmente buscar a vacina do H1N1, as doses sempre contêm os tipos H1N1, H3N2 e B. Continue lendo

Prefeito visita distritos de Ilhéus e entrega escola recuperada em Vila Olímpio

“Triste por ver a situação encontrada, mas com esperança a partir da reinauguração da Escola Vila Olímpio”. Com estas palavras, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, expressou seu sentimento em visita ao distrito de Aritaguá, durante a entrega da unidade escolar completamente reformada. “A recuperação da estrutura física da Escola Vila Olímpio garante condições de estudo para os alunos, além de valorizar o professor em seu ambiente de trabalho”, disse o prefeito.

O encontro, ocorrido sexta-feira, faz parte do acompanhamento de projetos realizados mediante parceria entre a Prefeitura e comunidade. Nesses casos, o município entra com o material de construção, além de fiscalizar o andamento das obras, enquanto a população local fica responsável pelos serviços de mão de obra. Essa iniciativa visa atender as áreas de educação e saúde, principalmente. Para isso, é importante que a comunidade se envolva nos projetos e participe ativamente das discussões e soluções dos problemas locais, cujo maior beneficiário é o próprio cidadão. Continue lendo

Comunicado da Secretaria de Saúde

A Conferência Municipal de Saúde, convocada extraordinariamente pelo Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus para ser realizada na manhã do dia 7 de abril, no auditório da Subseção Judiciária da Justiça Federal, não aconteceu por falta de quórum.

Os delegados, arregimentados nas pré-conferências do Conselho, não estavam presentes na ocasião.

A Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau), representada pela Superintendente Técnica e de Planejamento, Sonilda Mello, não encontrou respaldo jurídico na realização da pretendida Conferência Municipal de Saúde, por carecer de quórum para deliberações. Continue lendo

Seduc promoveu mutirão do Prodevi na Escola do Couto, em Ilhéus

O projeto Prodevi realiza avaliação de processamento visual para diagnóstico de Insuficiência de Convergência Ocular – Foto Seduc

O projeto Prodevi realiza avaliação de processamento visual para diagnóstico de Insuficiência de Convergência Ocular – Foto Seduc

A secretaria de Educação de Ilhéus realizou, na Escola Municipal do Couto, o projeto de Reabilitação e Orientação para Deficientes Visuais (Prodevi), em parceria com o curso de Fisioterapia da Faculdade Madre Thaís (FMT), que executa ações direcionadas ao público estudantil da rede municipal de ensino. Este projeto é uma parceria firmada entre e o município de Ilhéus, através da Secretaria de Educação (Seduc), e a FMT, tendo o apoio da Clinica de Olhos (Elclin).

O projeto realiza avaliação de processamento visual para diagnóstico de Insuficiência de Convergência Ocular, Disfunções dos Movimentos de Perseguição Ocular e Alterações Posturais que possam interferir na capacidade cognitiva dos estudantes. Anteriormente, professores da rede municipal de ensino participaram de atividades de capacitação oferecida pelos alunos do curso de Fisioterapia da Faculdade. Continue lendo

Moura Modas
Moura Modas
Web Link
Weblink Hospedagem de Sites
Técnico em informática
Técnico em informática