Ilhéus: Casa de Jorge Amado reúne itens e conta a história do escritor

A casa onde o escritor Jorge Amado morou com a família em Ilhéus, no sul da Bahia, se tornou atração turística na cidade. Turistas, fãs e estudantes de todo o país vão até a casa do autor, que completaria 105 anos nesta quinta (10), para conhecer mais sobre ele. No local estão preservados móveis, fotografias, roupas e itens diversos sobre o autor.

Quem entra na casa de Jorge Amado, onde morou até os 18 anos, encontra muita riqueza de detalhes. A arquitetura da casa construída na década de 20 do século passado ainda está preservada. O teto com pintura italiana é todo revestido com madeira de jacarandá e o lustre é da década de 60. Na mesma sala estão em exposição as obras do escritor que foram publicadas em várias línguas, entre elas a versão francesa do livro “O País do Carnaval”, de 1931, que foi o primeiro que Jorge escreveu enquanto ainda vivia em Ilhéus.

Nesta semana do aniversário do escritor, a casa disponibilizou também a exposição “Candarces”, que mostra peças da moda africana, estilo de roupa que o escritor gostava de usar. Além disso, em vários ambientes da casa, há muitos objetos pessoais dele e móveis daquela época que ainda estão intactos.

No local, uma escada em estilo colonial leva o visitante para outros espaços cheios de lembranças, entre eles o quarto de João Amado de Faria e Eulália Leal, pais do escritor. O quarto hoje é uma sala de projeção, onde se pode conhecer mais sobre a história de Jorge Amado através da exibição de vídeos. No quarto há também objetos pessoais e um painel que conta a trajetória de toda família, desde 1911, quando os pais dele se casaram, até 6 de agosto de 2001, quando o escritor morreu.

Roberto Rosário, coordenador da casa, fala com orgulho de Jorge e do trabalho no local. “Para a gente é um orgulho Jorge Amado nascer em Itabuna e viver os primeiros anos de vida aqui [em Ilhéus]. A gente está trabalhando para melhorar mais ainda o acervo da casa, e também a conservação da casa”, afirma.


Alunos de escolas da região são presença constante na casa. Durante a visita, os estudantes acabam tendo a curiosidade atiçada e passam a querer conhecer a obra de Jorge Amado. “Tenho vontade de conhecer o livro de Gabriela”, diz a estudante Graciele Lima, de 13 anos.

Um casal de turistas de Cuiabá (MT) fez questão de conhecer a Casa Cultural Jorge Amado, durante a primeira visita deles à Bahia. “Ele nos traz muito isso, a realidade dos baianos, além de algumas obras dele que se consagraram nas telas também. Então isso estimula a gente a buscar conhecer cada vez mais esse aspecto da nossa cultura”, diz o turista Ary Avelino da Rocha.

E até quem já sabe a história do escritor com detalhes não deixa de se encantar com Jorge. É o caso da guia de turismo Stephanie Andrade. “Você passa uma coisa para o turista, quando você está guiando, que deixa o turista encantado, e você também fica encantado”, diz.

A Casa Jorge Amado está aberta à visitação de segunda a sexta, das 9h às 18h; e aos sábados, de 9h às 13h. Por causa das comemorações do aniversário de Jorge Amado, a casa vai estar aberta também aos domingos, das 9h às 15h.

Informações do G1/BA

Franklin Deluzio
Follow me

Franklin Deluzio

Autor em ilheus.net
Franklin Deluzio é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual de Santa Cruz, Especializando em Educação, Especializando em Gestão Pública Municipal (UESC) e Servidor Municipal de Ilhéus/BA.
Franklin Deluzio
Follow me

Atenção! Os comentários do blog são via Facebook ou Google Plus, se quiser comentar, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor do mesmo.

Loading Facebook Comments ...
Teste sua internet
Técnico em informática
Técnico em informática em Ilhéus

Técnico em informática em Ilhéus

Ultra Li

Agência Digital com experiência 100% focada no online, atuando com o desenvolvimento de sites e soluções completas para a internet.

Solicite seu orçamento Aqui