Centrais sindicais convocam greve geral para 30 de junho

As centrais sindicais convocaram uma nova greve geral para o próximo dia 30 de junho. A data será referendada por categorias em plenárias e assembleias estaduais. O “esquenta” da mobilização, com participação de todos os estados, está marcado para o próximo dia 20, com panfletagem e diálogo com a população pela manhã e atos durante a tarde. Participam da mobilização a CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e A Pública- Central do Servidor.

A expectativa diante do agravamento da crise no governo do presidente Michel Temer (PMDB) é de que o movimento supere a Greve Geral do dia 28 de abril, segundo aponta o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre. “Primeiro as categorias devem referendar o dia 30. E o dia 20 será a preparação para o dia da Greve Geral, uma grande mobilização nacional com protestos, ações em todas as capitais, assembleia nas portas de fábrica, paralisação de lojas, bancos, comércios, enfim, uma grande manifestação criando condições para a Greve Geral do dia 30”, afirma.

Além da luta contra as reformas trabalhista e previdenciária, Nobre ressalta que “as mobilizações ganham o “Fora Temer” como ingrediente importante ao lado da bandeira por Diretas Já”. “Se o Congresso Nacional, mesmo com tudo que temos feito, resolver antecipar a votação das reformas, vamos antecipar também as mobilizações. Não vamos permitir que votem contra a vontade do povo brasileiro.

A classe trabalhadora irá reagir”, sinaliza. A CTB destacou que a Central irá colocar “força total” na construção da greve e reiterou a convocação a toda a sua base. “O momento exige resistência e luta contra as propostas de Temer que põe fim a direitos consagrados da Classe Trabalhadora e de toda a sociedade brasileira. Está claro que a sociedade está contra esse governo é só com luta iremos barrar os retrocesso capitaneados por Michel Temer”, avaliou o presidente da entidade, Adilson Araújo.


“As CTBs nos estados e as federações e confederações filiadas à CTB estão convocadas a organizar suas bases para a luta”, completou o militante. Ainda segundo a CUT, além de Salvador, cerca de 200 cidades baianas confirmaram adesão à greve geral – entre elas Feira de Santana, Vitória da Conquista, Eunápolis, Serrinha, Teixeira de Freitas, Alagoinhas, Ilhéus, Itabuna, Porto Seguro e Senhor do Bonfim.

Informações do Tribuna da Bahia

Franklin Deluzio
Follow me

Franklin Deluzio

Autor em ilheus.net
Franklin Deluzio é graduado em Filosofia pela Universidade Estadual de Santa Cruz, Especializando em Educação, Especializando em Gestão Pública Municipal (UESC) e Servidor Municipal de Ilhéus/BA.
Franklin Deluzio
Follow me

Veja mais

Atenção! Os comentários do blog são via Facebook ou Google Plus, se quiser comentar, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor do mesmo.

Loading Facebook Comments ...
Web Link
Weblink Hospedagem de Sites
Técnico em informática
Técnico em informática